COMO ALUGAR APARTAMENTO EM PORTUGAL?

“Não faças de ti um sonho á realizar. Vai. Sem caminho marcado. Tu és o de todos os caminhos”. Cecília Meirelles.

      Uma das coisas que mais me preocupa na mudança para Portugal, é qual imóvel seria melhor pra morar em termos de localização e custo X benefícios, por esse motivo sugiro começar as buscas antes mesmo de embarcar. Melhor seria inicialmente escolher uma acomodação provisória (Airbnb) para os primeiros dias e depois já lá, ir à busca (com uma lista pronta) de outro tipo de acomodação com os mais apropriados para sua fixação no País.   

Alugar apartamento em Portugal, quais documentos precisa e quanto custa?

Portugal alugar-apartamento-portugal

Alugar um apartamento em Lisboa não é um bicho de sete cabeças. Primeiro porque, como compartilhamos a mesma língua, com um bom bate-papo é possível resolver uma porção de probleminhas e desentendimentos. Depois, há oportunidades em todas as localidades da cidade e os proprietários, muitas vezes, estão dispostos a negociar. Lembre-se de deixar claro para a imobiliária e para o proprietário quais são as suas intenções.

Para alugar apartamento em Portugal no geral pedem:

  • Europeu tem que apresentar uma identificação ou passaporte para estrangeiros;
  • Se for estudante, a carta da universidade ou contrato de trabalho;
  • Fiador ou o nº do NIF (o “CPF” português), isso depende de como será feito o contrato;
  • O valor do arrendamento (aluguel) varia de acordo com a quantidade de dormitórios, localização, mobília e estado do imóvel…

Aluguel e condomínio

A maioria dos apartamentos cobra a RENDA. Ela corresponde ao ALUGUER (assim, com “r” no final mesmo). São poucos os proprietários que repassam o condomínio para o locatário. Desconheço a média desse valor. Geralmente, é somente a renda mensal mesmo.

Assim como no Brasil, o adiantamento para a locação também corresponde a três rendas – que devem ser descontadas no fim do contrato ou devolvidas. (3 rendas: adiantamento de aluguer e de garantia).

Fiador também é algo comum de se pedir. Entretanto, se você está interessado, converse com o proprietário, explique a sua situação e ofereça segurança.

Negocie: mostre contratos de trabalho, carteira de trabalho, imposto de renda (se for preciso), etc. Explique que você tem condições de manter aquele imóvel, mas que não há uma maneira de encontrar fiador.

Ah, e as contas de água, luz e gás são pagas separadamente. Não estão incluídas na renda. Alguns proprietários até fazem um “pacotão” com parte desses serviços inclusos, mas é minoria porque são gastos variáveis.

T0, T1, T2

portugal apartamento 1

Em Lisboa, os apartamentos de 1, 2 ou mais dormitórios são tratados pela letra “T”. Portanto, um T1 significa que se trata de um apartamento com 1 dormitório. O T0, por exemplo, é relacionado a uma quitinete. Caso você encontre um T1+1, significa que há 1 dormitório comum e mais uma dependência menor, que pode ser o nosso “quartinho de empregada”.

Em um anúncio, pode ser que você também encontre o termo “com arrecadação”. Isso significa que há um pequeno espaço para a despensa.

Aqui no Porto por exemplo um apartamento T1 (1 quarto) próximo ao metro, comércio, universidade varia de €300 a €400 ao mês, e as contas são mensais,. Mas VALE ressaltar que aqui não dá para se viver bem confortavelmente só com o salário mínimo português, mesmo com o custo de vida sendo mais baixo.

Caves e subcaves. Se possível, FUJA!

Muitos prédios disponíveis para moradia em Lisboa são antigos e eles guardam uma característica muito comum na cidade, que vemos pouco no Brasil: a cave e a subcave. Esses são os andares subterrâneos do prédio. A cave fica um pouco abaixo do nível da rua e a subcave é um andar para baixo.

Apesar de serem apartamentos mais baratos, você terá dificuldade de encontrar cômodos luminosos. Isso significa mais gastos na conta de luz (um serviço bem caro em Portugal). E não só. Locais que não batem sol ou não oferecem boa iluminação e arejamento formam mofo e umidade. Isso é bem comum em Lisboa.

As caves e as subcaves são muito úmidas, frias e escuras. No verão, uma beleza. No restante do ano, um terror. Principalmente para quem tem problemas respiratórios.

Ainda que esses espaços ofereçam um quintal (aqui também chamado de pátio ou terraço), não se iluda. É claro que são locais mais espaçosos, mas dão mais trabalho e não valem o investimento.

Escolha a partir do R/C – Rés do chão

  Portugal alugar rc

O rés do chão é uma espécie de mezanino. É um andar que não chega a ser o primeiro, mas já está um pouco mais alto do que o nível da rua. Daí para cima é só alegria.

Os edifícios portugueses, em sua maioria, têm janelas enormes. É possível encontrar apartamentos bem luminosos e com boa circulação de ar. Eu recomendo!

Cozinha equipada. O que significa?

Ao buscar por um apartamento, é comum encontrar os termos “cozinha equipada” ou “cozinha semi-equipada”. Uma cozinha equipada significa que tem geladeira (chamada de frigorífico) – que pode ser daquelas com freezer ou somente frigobar (muito comum em Lisboa), placa (espécie de cooktop) ou fogão e máquina de lavar (que não necessariamente oferece secagem).

Ainda há apartamentos com máquina de lavar louça e forno elétrico, mas eles não fazem parte do tal termo “cozinha equipada”.

Obviamente, se é semi-equipada é porque algum dos elementos citados não é oferecido com o aluguel.

Gás x Eletricidade

Há um aparelho comum nos apartamentos lisboetas chamado “esquentador”. Ele pode ser a gás ou elétrico e abastece o chuveiro e a placa da cozinha.

Na nossa primeira casa, comprávamos um botijão (bilha de butano) a cada 1 mês e meio. A empresa entregava à domicílio e nós fazíamos o pedido por telefone.

Regras contratuais

Portugal apartamento

Fazer contrato com pouco tempo de duração é possível. Porém, é preciso conversar com a imobiliária e o proprietário. Ao chegarmos em Lisboa, geralmente não temos um fiador, comprovantes de rendimento e contratos de trabalho em Lisboa (somente no Brasil). Portanto, vale conversar e fazer um acordo com o proprietário, por exemplo, com uma adiantamos de 6 meses de aluguel de uma só vez. Então, pode ser feito um  contrato menor para este período.

Entretanto, quando tiver alguma estabilidade no País, mudar para um apartamento melhor e com um contrato “comum” de 5 anos. Dentro desse período, se o proprietário quiser que a gente saia, ele precisa nos avisar com 1 ano de antecedência. Caso deseje sair, precisamos avisá-lo 6 meses antes.

Aqui em Portugal, muitas coisas são ainda á “modo antigo” sabe… se vão com a sua cara e se você fala bem (ser educado) tudo se dá um jeito e fica fácil qualquer negociação. A nossa língua é a mesma. Dizer a verdade e negociar é SEMPRE o melhor caminho. É bom vir com algum dinheiro guardado. É com ele que você pode oferecer segurança ao seu senhorio.

No caso de estudantes, tem diversos grupos no Facebook de alunos divulgando vagas disponíveis de quartos, vale a pena conferir que a maior parte é muito próximo as universidades. Há anúncios de quartos de €150 a €250 ao mês e a maior parte com a internet e as contas inclusas. Os portugueses usam bastante a internet para divulgar os imóveis, o podem conseguir até pelos grupos do Facebook.

Os sites de imóveis não são bons, muitas vezes estão desatualizados, ou seja, tem muitos anúncios de imóveis que já foram alugados, mas caso tenham interesse, segue os links de alguns de sites para alugar apartamento em Portugal. É bom conhecer pessoalmente o imóvel para não ter surpresas.

Sites para buscar apartamentos e quartos

Sapo: casa.sapo.pt

Imovirtual: www.imovirtual.com

OLX: www.olx.pt

Remax: www.remax.pt

Sites para buscar apartamentos ou quartos para temporada

AirBnB: www.airbnb.com

HomeStay: www.homestay.com

Booking: www.booking.com

Para saber mais… você pode ver aqui o Custo de vida em Portugal e Como morar em Portugal..Fonte:

Fonte: http://www.cultuga.com.br/2014/01/como-alugar-um-apartamento-em-lisboa/

http://www.eurodicas.com.br/alugar-apartamento-em-portugal/

Anúncios

7 comentários sobre “COMO ALUGAR APARTAMENTO EM PORTUGAL?

  1. Boa tarde, gostaria de saber é fácil construir uma casa de alvenaria. Moro no Brasil e pretendo me mudar para Portugal ainda este ano. Sou filho e neto de portugueses. Penso em comprar um terreno e construir. Sabes me dizer se preciso contratar uma firma especializada em engenharia ou posso fazer minha casa contratando pedreiros autônomos? Obrigado

    Curtir

  2. Olá, Bia.
    Sou neto de portugueses (avó e avô) e quero entrar com um processo de atribuição de nacionalidade.
    A forma mais viável que encontrei para comprovar a efetiva ligação à comunidade portuguesa, foi a aquisição de um imóvel em Portugal e aguardar 3 anos para entrar com o processo.
    No ano passado estive 2 vezes em Portugal. Na segunda viagem, fui para adquirir um apartamento (aproveitei também para conhecer alguns parentes). Pesquisei muito antes de ir e esse teu texto foi um dos textos que me orientou na escolha do apartamento.
    Acabei fazendo um ótimo negócio!
    O único problema que tenho que resolver agora é que preciso recolher 28% do valor do aluguel nas Finanças e ainda não descobri como fazer isso estando aqui no Brasil.
    Quero te agradecer pelas orientações e desejar uma boa sorte no seu projeto de mudar para Portugal. Talvez um dia eu também decida viver em Portugal, mas antes quero ter cidadania.

    Curtir

    • Paulo fiquei imensamente feliz por você já ter conseguido comprar um imóvel em Portugal e que este post (do Blog Cultuga/ Priscila – veja fonte) que compartilhei aqui no meu Blog (pois adorei o conteúdo todo) tenha lhe ajudado.
      Eu só post aqui no meu blog coisas que sei ou de pessoas que tem boas referências e seriedade nas suas publicações. Sigo vários… o do Erick, da eurodicas também é muito bom (vale a pena vc conhecer) entre outros. Você escolheu comprar em que cidade?
      Atualmente ando em busca do meu apartamento e estando aqui em Lisboa alguns dias de férias estou a fazer contatos juntos as imobiliárias locais e sendo orientada por meus familiares portugueses (parentes do meu primeiro marido). Eu na época (23 anos de casamento) não tirei a cidadania portuguesa, pois não se pensava nisso antigamente, né? mas meus filhos acabaram de tirar a deles.
      Estou pensando na região do Algarve, entre as cidades de Faro e Espanha (águas mais quentinhas) belas praias. Quero alugar este ano algo por ali pra ficar uns dias com a família e explorarmos bem a região antes de comprar.
      Confesso que assim como você, eu tenho pesquisado bastante e planejado com bastante antecedência minha mudança para cá em 2020 (na realidade já sou aposentada e só estou aguardando a do meu marido sair)… Pretendo vir com o visto D7. Já tenho 2 filhos morando com suas famílias na Europa (Paris e Londres)
      quero ficar mais próximo deles é de meus netos que começam a nascer.
      Aviso a você que em São Paulo (setembro) Erick (da Eurodicas) estará aí pra fazer uma conferência sobre “Mudar para Portugal”, com diversas orientações…valeria a pena você ir… se eu estivesse aí no Brasil eu iria. Mas ainda estarei por aqui.
      Desejo-lhe muita boa sorte pra você em Portugal. Abraços.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s