COMO SUPERAR A SÍNDROME DO NINHO VAZIO?

Sindrome do ninho vazio1

“Vivemos sobre o mesmo céu, mas nem todos temos o mesmo horizonte”. Konrad Adenquer.

Em um determinado momento das nossas vidas, nos damos conta de que os nossos filhos cresceram, e tomaram a decisão de começar um novo caminho…o  da independência… enfim vão viver suas vidas.

A síndrome do ninho vazio faz referência a esta situação. Muitas vezes os pais se sentem abandonados e tristes com esta situação… que faz com que deixem de se sentir importantes para os seus filhos e se sintam irritados e agoniados.

Nada vai substituir a saída dos filhos, mas é preciso entender que a fase da vida mudou, e se a pessoa não buscar outras fontes de prazer ela pode desenvolver muitas doenças. Não é para ignorar os sintomas, mas sim aceitar a dor, aceitar a saída dos filhos… se adaptar a essa mudança e dar novo sentido para a vida. Afinal criamos os filhos pro mundo!

Sindrome do ninho vazio 0 .jpg

Devemos aceitar como um recomeço, não só para eles que sairão em busca de novos desafios e experiências, mas também para os pais, com um novo conceito de vida e de novas perspectivas. Temos que renovar nossos planos de vida, tanto individuais quanto matrimoniais, enxergar nessa situação que a principio parece negativa, a oportunidade de dedicarmos mais tempo e energia a nós mesmos, em busca de novas experiências e satisfação pessoal.

Esses sintomas variam de pessoa para pessoa, dependendo de sua personalidade, do estado emocional e até do grau de relacionamento que mantinha com aquele que deixou o lar.

Geralmente é necessário um lento processo de adaptação e mudança diante dessa nova realidade, pois toda a rotina de convivência será modificada, o que poderá causar crises entre os membros familiares envolvidos. É uma fase difícil até mesmo para alguns pais que se sentem satisfeitos por terem cumprido seus papéis para a independência dos filhos.

sindrome do ninho vazio mae-eu-tenho-que-ir

A seguir mostraremos algumas ideias de como superar a síndrome do ninho vazio.

  1. Nova perspectiva da situação.Você deve pensar naqueles aspectos que contribuem com o seu bem-estar. Muitas vezes o relacionamento com os filhos melhora quando eles já não estão em casa. Outro aspecto é o tempo com o que agora você conta para se dedicar a novos projetos.
  2. Dê força para o seu companheiro. Quando temos filhos, muitas vezes nosso companheiro fica de lado. Este é o momento de dar força para o seu companheiro e de realizar aquelas atividades que você tinha adiado. Esta é uma nova etapa da vida que você deve desfrutar totalmente.
  3. Fale do assunto. Pôr para fora os seus sentimentos é o primeiro passo para melhorar. Às vezes, compartilhar este sentimento com nossos entes queridos nos permite perceber que podemos superar esta situação.
  4. Atividades prazerosas. Ao longo da vida as pessoas sempre sentem o desejo de realizar determinadas atividades que lhes dão prazer, mas as exigências diárias, às vezes, fazem com que estas terminem sendo adiadas. Faça uma lista de todas aquelas atividades que você gosta e se prepare para começar a fazê-las.
  5. Pratique um esporte.O exercício físico é muito bom para a saúde e ajuda a relaxar. Saia para caminhar todos os dias durante 30 minutos, e você notará como em pouco tempo se sentirá cada vez melhor.
  6. Cuidado pessoal.Não se abandone, nem se deixe abandonar. Você deve buscar um cuidado pessoal adequado, hoje você tem tempo para isso. É importante que você volte a adotar o papel de mulher, além do de mãe.
  7. Estimule a independência. É importante que seus filhos saibam que podem contar com o seu apoio nesta nova fase. Evite invadir a sua nova casa ou a sua vida com visitas ou telefonemas contínuos. Você deve deixá-los crescer, acompanhá-los e desfrutar com eles esta nova etapa da vida.
  8. Adote um animal de estimação. Se você não tem um marido ou namorado com quem compartilhar este momento e sente que a casa está vazia sem seus filhos, pode adotar um animal de estimação. Eles serão uma grande companhia.
  9. Melhore a relação com seu filho. À medida que passa o tempo, a relação com seu filho mudará positivamente. A maturidade de ambos fomentará outro tipo de comunicação mais frutífera. Você nunca vai deixar o seu papel de mãe, seus filhos estarão ai para você.
  10. Assista a este vídeo:

feliz

http://g1.globo.com/mg/vales-mg/mgintertv-2edicao/videos/v/especialista-fala-sobre-a-sindrome-do-ninho-vazio/4921429/

Habitualmente, a síndrome do ninho vazio é pontual, ou seja, possui hora certa para ser findada, sendo que sua duração se estende do instante de separação dos filhos até o estabelecimento de uma nova ordem familiar.

Eu me encontro nesta fase agora e me sinto muito bem cheias novos projetos… Afinal venho me preparando pra esta fase já a algum tempo… e continuamos a conviver melhores como nunca. A família vem aumentando e trazendo novos aprendizados a todos.

Fonte: http://saude.umcomo.com.br/articulo/como-superar-a-sindrome-do-ninho-vazio-3209.html#ixzz49hXyHFEC – http://g1.globo.com

 

 

 

 

 

 

MORAR EM PORTUGAL – VISTO D7 – DÚVIDAS COMUNS E RESPOSTAS.

Portugal aposentados

“Ninguém tem a felicidade garantida. A vida dá a cada pessoa tempo e espaço. Depende de você enchê-los de alegria.” S. Brown.

O VISTO D7 para aposentados e pessoas que vivem de rendimento, despertou o interesse de grande parte das pessoas que nos seguem, mas também gerou muitas dúvidas.

Por isso esse texto da Euro dicas serve  para esclarecer essas dúvidas e mostrar como você pode morar em Portugal depois de aposentar, ou com rendimentos (imóveis, aplicações e etc.). (Abril de 2016)

Quem pode solicitar o visto D7?

Aposentados que tem rendimentos suficientes para se manter em Portugal, ou para pessoas que vivem de rendimentos, independente da idade. Rendimentos incluem: aposentadoria, pensões, imóveis alugados, dinheiro aplicado, investimentos e etc…

Quanto eu preciso ter de rendimento por mês para conseguir o visto?

O que a lei diz é que você deve ter:

  • 1º adulto – 100% do salário mínimo vigente;
  • 2º adulto – 50% do salário mínimo vigente;
  • Cada criança – 30% do salário mínimo vigente.

O seu processo vai ser analisado por um funcionário, e os critérios podem variar um pouco de funcionário pra funcionário. Para ficar mais seguro e ter mais chances, idealmente é ter uma poupança de uns R$40 ~ R$50mil reais, mais 1.500€/mês para um casal. Dessa maneira é bem provável ter o visto aceito e também consegue ter uma boa qualidade de vida em Portugal. Veja aqui o Custo de Vida em Portugal.

Portugal arco-triunfal-lisboa-

Quanto tempo demora para o visto D7 sair?

Varia de acordo como qual Consulado de Portugal você solicitar, mas o tempo médio é entre 30 e 60 dias (não pode legalmente demorar mais que 60 dias).

Quanto custo tirar o visto?

O visto D7 tem um custo total de 200€ para fazer por conta própria. Já com assessoria, fica por cerca de 800€ incluindo tratar de toda a documentação no Brasil e em Portugal, abrir conta bancária em Portugal e solicitar o NIF (número de identificação fiscal).

Como envio dinheiro pra Portugal? Quanto vou pagar de imposto?

Será necessário agendar com o seu banco transferências mensais para Portugal, e desse valor é retido 25% de imposto na fonte. Sim, é um valor alto e é importante ter em mente que a cotação do euro varia todos os dias.

Existem maneiras legais para o aposentado não pagar 25% de desconto na fonte através de mecanismos legais via advogado/assessoria… (algumas pessoas estão usando este recurso). Há uma manobra legal que pode ser feita com ajuda de advogado/assessoria que possibilita não pagar o imposto nas transferências para Portugal.

Quem pode ir comigo para Portugal com o Visto D7?

O visto de residência é extensível para cônjuge, filhos até 18 anos e pais com mais de 65 anos! Se você tem filhos maiores de idade, eles precisam de outro visto (de estudo ou trabalho, por exemplo).

Posso trabalhar em Portugal com esse visto?

O visto D7 não dá permissão de trabalho, mas uma vez com a residência você pode solicitar permissão de trabalho ou até abrir uma empresa. Essa informação também foi uma novidade pra mim, que conseguimos através da assessoria que trata de vistos desse tipo.

Portugal Brasil

Por quanto tempo o visto é válido?

O visto tem validade inicial de 1 ano, depois é renovado duas vezes consecutivas pelo período de 2 anos cada. Depois de 6 anos de residência confirmada em Portugal (nunca ficando mais que 6 meses direto fora do país) você tem o direito de solicitar a nacionalidade portuguesa, e passa a ter passaporte europeu e não precisa mais de visto para residir no país.

Você indica contratar assessoria? Qual?

Minha resposta é: depende do que você quer! Se você tem tempo livre, e não se importa em errar/refazer e etc. Pode ser uma boa para poupar dinheiro. Eu sinceramente faria com assessoria, por que além de poupar tempo, eles sabem exatamente o que fazer para conseguir logo de cara o visto. A única assessoria que eu conheço e confio é www.strobelesantos.com.pt, eles garantem em contrato que o seu visto vai ser aprovado e caso não dê certo (muito raro) eles devolvem 100% do valor. A garantia de conseguir o visto é uma grande vantagem.

Se você tiver dúvidas sobre como funciona o processo com a assessoria, entre em contato direto com eles através do email: geral@strobelesantos.com.pt. Dizendo que viu na Euro Dicas eles te fazem um atendimento especial .

Se você tem interesse em mudar pra Portugal, meu conselho é: trate o quanto antes o visto por que a procura tem aumentado MUITO e as leis estão mudando rapidamente para se adequar a este novo cenário.

Esse post foi feito com base nas dúvidas mais comuns postadas no site e no facebook. Queria deixar claro que apesar de num primeiro momento parecer algo simples, não é! Tem que preencher todos os requisitos, ter dinheiro e estar disposto a sair da sua zona de conforto, mas por fim eu posso garantir: vale a pena!

Fonte: http://www.eurodicas.com.br/visto-d7/

REPÚBLICA PARA IDOSOS: VOCÊ JÁ OUVIU FALAR SOBRE ISSO?

Republica Santos

“Não há nada que melhor defina uma pessoa do que aquilo que ela faz quando tem toda a liberdade de escolha” William M. Bulger.

Certamente você já deve ter ouvido alguém falar que a terceira idade é uma fase da vida caracterizada por muita solidão. Mas, ao contrário do que alguns acreditam, nesse período os idosos nem sequer pensam em levar uma vida sozinho em suas casas.

A alternativa encontrada por alguns está em morar na casa dos filhos. Outros, porém, aproveitam a aposentadoria para realizar viagens e conhecer diferentes locais, assim como eu… seja em solo brasileiro ou ao redor do mundo. Mas para quem não gosta de ficar viajando e também não é adepto de ficar abrigado na casa do genro ou da nora, a opção mais viável tem se tornado as repúblicas para idosos.

As repúblicas ficaram muito conhecidas pelo fato de hospedarem jovens que iam estudar ou trabalhar em cidades distantes das que moravam. Entretanto, elas também têm atraído pessoas mais velhas, devido à facilidade de pagamento das mensalidades que são acessíveis ao bolso de quem já é aposentado. Em algumas moradias deste tipo, o valor não ultrapassa R$150 se somado com as despesas da água, luz e gastos de gás.

Ter a sua liberdade garantida, privacidade e ao mesmo tempo convívio social, e poder dividir os custos de sua moradia, são bons motivos para optar por viver assim.

As repúblicas para idosos são relativamente novas. Com o número de pessoas com mais de 60 anos aumentando, também cresceu o número de tipos de moradia. Conhecer esses espaços é fundamental para realizar boas escolhas no futuro. Assista este vídeo e conheça a primeira experiência em Republica (GLOBO REPÓRTER – SANTOS -SP – 9/11/2012) :

A primeira república específica de atendimento ao público da terceira idade surgiu em Santos, no litoral de São Paulo, em 1995. O sucesso do projeto foi tamanho que, ao longo desses 19 anos, se estendeu para diferentes cidades do Brasil como: Belo Horizonte, Divinópolis, São José do Rio Preto e Curitiba. Nessas moradias autônomas, os residentes ficam responsáveis pelos cuidados com a limpeza e dividem as tarefas igualmente para todos.

Divisão de tarefas

Por ser um modelo que não precisa necessariamente de uma instituição para realizar o gerenciamento, as próprias pessoas que decidirem morar em república podem se organizar para escolher o local, a quantidade de moradores, a divisão de tarefas etc.

Os próprios moradores das repúblicas cuidam da limpeza e organização/divisão de tarefas, que são feitas por todos. Cada um tem suas responsabilidades, que são revezadas para que todos façam um pouco de tudo. Tudo é decidido em grupo. As casas possuem regulamentos e estatutos decididos pelos idosos, e que muda de acordo com as necessidades da maioria.

Enfim, é um tipo de moradia com suas características próprias, estabelecidas internamente, que dependem muito da colaboração de todos os moradores para ter sucesso.

Alternativa de manter a vida social

Republica Santos 2      Republica Santos 1.jpg

As vantagens de viver em comunidade quando se está em idade avançada, são muitas. Uma delas é evitar o aparecimento da depressão, um transtorno mental que afeta a autoestima de ambos os sexos e faz com que a pessoa se sinta triste e desmotivada. A oportunidade de conhecer novas pessoas é mais um benefício. Isto porque, como a casa está sempre cheia de pessoas, é possível fazer novas amizades na convivência do dia a dia, o que ajuda a espantar a solidão e melhorar o humor.

Assim, o ambiente das repúblicas possibilita que a terceira idade mantenha a vida social ativa, além de estimular a convivência social.

A diferença entre residir em uma republica e um asilo está neste convívio social. Nos asilos, como os idosos não podem sair, o convívio acaba ficando limitado a apenas dentro do ambiente. Ou seja, não participam da sociedade, não conhecem novas pessoas e não têm vida produtiva e ativa culturalmente. Nesse ambiente, eles ficam recolhidos e são mantidos pelo poder público ou por grupos religiosos.

Conheça outras em São Paulo, localizada no Tatuapé, a república de idosos abriga 10 pessoas. Todos eles são homens com mais de 60 anos e que recebem aposentadoria de ao menos um salário mínimo por mês. A Associação Reciclazário paga o aluguel da casa e os idosos dividem as despesas de água luz e telefone. (1/04/2015)

Fonte: https://www.aterceiraidade.com/casa-e-familia/republica-para-idosos-alternativa-de-manter-a-vida-social/

IDOSOS AMERICANOS USAM INTERNET PARA ENSINAR INGLÊS A BRASILEIROS.

“Se falássemos uma língua diferente, enxergaríamos um mundo diferente.” Ludwig Wittgenstein. 

Vivendo e Aprendendo sempre! A repórter Simone Queiroz mostra uma união perfeita entre idosos americanos e jovens brasileiros. Uma escola de idiomas firmou convênio com um residencial de idosos dos Estados Unidos (CNA Speakingange Exch) para aulas de conversação desde 2014.

Esse encontro é realizado por meio de uma ferramenta digital exclusiva, que coloca os alunos desta escola frente a frente com os americanos via videochat…

Eles já não se preocupam tanto com oportunidade de emprego, mas sentem falta de conversar com pessoas mais jovens. Os velhinhos ganharam companhia, e os alunos conheceram novos professores. Esta troca traz ganhos para todos. Assista ao vídeo…

Eles já não se preocupam tanto com oportunidade de emprego, mas sentem falta de conversar com pessoas mais jovens.

Atenção o CNA não pagou para publicarmos esse vídeo. 

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=eEyyYhnT6SA

 

COMO VIVER EM PORTUGAL DEPOIS DE APOSENTAR… COM ATUALIZAÇÕES

“A ninguém que atravesse um túnel de experiências tão intensas é possível sair do outro lado com o mesmo formato”. Carlos Eduardo Novaes.

A Portugal 3

Sim. Pode residir em Portugal como reformado/aposentado ou viver de rendimentos próprios (bens móveis ou imóveis, da propriedade intelectual ou de aplicações financeiras). Portugal tem uma lei para receber cidadãos aposentados do mundo inteiro que desejam viver aqui, desde que provem rendimentos suficientes. Inclusive tem benefícios fiscais de isenção de impostos! Algumas dicas da euro dicas para você… entenda como funciona o processo para que os aposentados brasileiros possam morar em Portugal e saiba todas as vantagens de ser estrangeiro aposentado em Portugal, além da qualidade de vida, claro.

Como morar em Portugal sendo estrangeiro aposentado?

A Portugal

O aposentado deve solicitar um visto de Residência (via internet) para reformados ou titulares de rendimentos junto ao Consulado de Portugal de seu País. Veja como pedir o visto de residência de Portugal para aposentados:

1 – Comprovante de rendimentos que possibilitem a residência em Portugal, garantidos por período superior a 12 meses, e pode ser provado de duas formas:

  • No caso de “aposentados”, através do comprovante da aposentadoria, bem como a garantia do seu recebimento ou comprovar outros rendimentos em território nacional.
  • No caso de “cidadãos” que vivem de rendimentos de bens móveis ou imóveis, da propriedade intelectual ou de aplicações financeiras, através de documento comprovante da existência e montante dos rendimentos, bem como da sua disponibilidade em Portugal.

2 – Outros documentos necessários:

  • Formulário de pedido de visto a preencher online (vide consulado português);
  • Carta justificativa da pretensão de residir em Portugal;
  • 2 fotos 3×4 a cores e fundo liso, atualizada e com boas condições de identificação;
  • Passaporte original, com validade superior a 3 meses;
  • Cópia autenticada do passaporte (das folhas usadas e de identificação);
  • Cópia autenticada da carteira de identidade (RG);
  • Certidões de Antecedentes Criminais, com menos de 90 dias, emitidas pela Polícia Federal e pela Polícia Civil, com a assinatura reconhecida em Cartório;
  • Atestado Médico, com menos de 90 dias, passado por Órgão Oficial a declarar que não é portador de doença contagiosa, com a assinatura do médico reconhecida em Cartório;
  • Seguro Saúde Internacional Privado, ou o PB-4 (PB-4, como funciona e como solicitar gratuitamente), caso seja beneficiário do INSS, pelo tempo que durar o visto;
  • Se casado, deve enviar cópia autenticada da certidão de casamento;
  • Se tiver filhos menores que acompanhem, deve enviar cópias autenticadas das certidões de nascimento;
  • Comprovante de alojamento em Portugal que, numa primeira fase, poderá ser reserva de hotel ou carta de pessoa conhecida, legalmente residente em Portugal, que garanta o alojamento.

Quanto preciso ter de renda para viver aposentado em Portugal?
Para que seu visto de residência como aposentado em Portugal seja aprovado, é preciso satisfazer alguns fatores mínimos, e um deles é o valor da aposentadoria por mês. O valor mínimo varia de acordo com a quantidade de pessoas no agregado familiar que vai se candidatar para morar em Portugal.

A Portugal 1

Os valores de aposentadoria para viver em Portugal:

  • 1º adulto – 100% do salário mínimo vigente
  • 2º adulto – 50% do salário mínimo vigente
  • Cada criança – 30% do salário mínimo vigente

Por exemplo, um casal aposentado (2015) com uma criança menor de idade precisaria ter um rendimento mínimo de €909 (180% do salário mínimo vigente) para aplicar o agregado familiar para o visto de residência, considerando o salário mínimo de €505 em 2015 (€530  em 2016).

Obs: Hoje (fevereiro/ 2016) seria uma média de (ao mês)  €795 para um casal, mas acredito que  seria bom ter uma folga ou seja, sugiro 1200 á 1500 por mês para viver confortavelmente em Portugal.

A obtenção do visto não é automática, e quanto mais recursos financeiros você tiver, maior a probabilidade de sucesso. Para você saber se consegue viver bem Portugal com a sua aposentadoria, leia aqui o Custo de Vida em Portugal.

Isenção de IRS na aposentadoria de estrangeiros e vantagens
Em 2013, Portugal criou o status de “residente não habitual”, que permite ao aposentado estrangeiro ter isenção de impostos durante dez anos. Para fazer parte desse programa é preciso residir pelo menos 6 meses por ano em Portugal sem exercer atividade lucrativa, alugar apartamento em Portugal (imóvel em geral) ou comprar e não ter sido residente fiscal em Portugal nos cinco anos anteriores. Sem dúvida não pagar impostos por 10 anos é um grande atrativo para ser um estrangeiro aposentado em Portugal. Á partir de janeiro 2016 com novos incentivos aos aposentados esta se tornando ainda cada vez mais interessante

Atualizando em… 20/06/2016

Depois de várias contribuições aqui mesmo em nossos comentários (o que tenho muito á agradecer) e mais pesquisas… estamos “atualizando” e informando que sim, o governo brasileiro taxa em 25% a aposentadoria remetida para fora do território brasileiro. Portanto todo brasileiro “residente não habitual” (não – residente) em Portugal que recebe pensão (aposentadoria) de uma fonte no Brasil (INSS ou funcionário público…), paga IR retido na fonte, de forma definitiva, com alíquota de 25% independente da renda.

O acordo para evitar a bitributação, entre Brasil e Portugal, determina o pagamento de IR ao país que paga a aposentadoria, ou seja, paga IR ao Brasil (conforma Dec. 4.012/01).  Entendo que é justamente por estar em vigor este acordo sobre bitributação que o Brasil está podendo cobrar o IR de quem vive no exterior. O acordo diz que quem recebe de fonte brasileira… paga IR no Brasil, sendo o mesmo caso para um português que venha morar no Brasil, ele pagará IR em Portugal.

É bom sabermos que a tal “isenção” de impostos (será válido somente enquanto a lei estiver em vigor e/ou por 10 anos) e não vigora para nós brasileiros!

Para saber mais sugerimos consultar a Lei 4.012/01 e a IN 208 da Receita Federal Instruções Normativas SRF 2018, DE 27/09/2002 com atualizações (http://normas.receita.fazenda.gov.br/sijut2consulta/link.action?idAto=15079&visao=anotado ) assim poderemos entender melhor esta questão e não sermos pego de surpresa sobre esta questão tão séria. É mais um absurdo, como tantos outros que já sofremos aqui no Brasil.

Como outra sugestão e para nosso conhecimento vale a pena visitar algumas alternativas que estão sendo usadas por alguns brasileiros que já estão vivenciando esta situação e tentam através da justiça a cessação desta retenção de 25% de IR (liberar o seu salário integral das aposentadorias)… já conseguindo alguns sucessos. Para saber mais sugiro visitar: http://blog.eduardokoetz.adv.br/justica-cessa-retencao-de-25-de-ir-para-aposentado-residente-no-exterior/

https://secure.avaaz.org/po/petition/CESSACAO_E_REEMBOLSO_DE_25_DAS_APOSENTADORIAS_DE_BRASILEIROS_RESIDENTES_NO_EXTERIOR/?pv=6

Penso que não tem motivo algum para taxar em 25% a aposentadoria de quem não vive no país. É um absurdo!!!

Concluo que nem depois de aposentarmos poderemos (ainda) desfrutar (totalmente) de nossa renda. O IR sempre estará presente em nossas vidas!

Vamos ter que (re) planejar bem quando resolver “mudar para Portugal” ou para qualquer outro País que escolhermos para viver… ter novas experiências e/ou ir em busca de uma melhor qualidade de vida.

Uma outra grande vantagem de ser aposentado em Portugal, é o sistema de Saúde Pública em Portugal, que vai te custar muito menos do que qualquer plano de saúde no Brasil e tem excelente qualidade.

Algarve é eleito o melhor lugar do mundo para viver a aposentadoria

Além de Portugal, a Espanha também tem um programa de visto semelhante, para pessoas que tenham renda (como aposentadoria, por exemplo) e queiram viver no país. Veja Como morar na Espanha, para Aposentados.

Para saber mais sobre este assunto veja: http://www.eurodicas.com.br/

Fonte: http://www.eurodicas.com.br/como-viver-em-portugal-depois-de aposentar/

http://consuladoportugalsp.org.br/vistos/

 

 

SEPARAR DÓI, MAS A SEPARAÇÃO TAMBÉM PODE SER UMA BÊNÇÃO…

desapegar 4

“Hoje eu sei que somos co responsáveis pela realidade em que vivemos, pelo mundo em que estamos e que não adianta reclamar, é preciso agir para transformar. […]”  Monja Coen.

Monja Coen, Primaz Fundadora da Comunidade Zen-Budista de São Paulo, discorre sobre separação, desilusão, desapego e amor neste belíssimo texto feito especialmente para o site Casar, descasar, recasar. Acredito que a forma de como é ela feita e de como enxergamos a separação nos dará a paz necessária para prosseguirmos… abrindo novas possibilidades … Esteja aberta… e desfrute!

É possível separar-se de alguém com respeito e com ternura.

É possível um divórcio verdadeiramente amigável.

Mas para isso é preciso que as duas pessoas envolvidas no processo de desfazer um laço de intimidade tenham amadurecido o suficiente para conhecer a si mesmas.

Caminhamos lado a lado com algumas pessoas em alguns momentos da vida.

Minha professora de hatha ioga, Walkiria Leitão, comentou em uma de nossas aulas:

felizes 5

A vida é como atravessar uma ponte. Nem sempre as pessoas com quem iniciamos a travessia são as mesmas que nos cercam agora ou com quem chegaremos do outro lado. Mas sempre há alguém por perto. Nunca estamos sós.

O medo da solidão, muitas vezes, faz com que as pessoas suportem o insuportável. Ou se lamentem após uma separação, apegadas até mesmo ao conflito conhecido.

Ainda há mulheres que sofrem violências morais e até mesmo físicas de seus companheiros ou companheiras.

Ainda há homens que sofrem violências morais e até mesmo físicas de suas companheiras ou companheiros.

Como dar limites? Como conhecer esses limites?

meditando 3

Quando os limites são desrespeitados, as dificuldades começam. Dificuldades que podem levar à separação e ao divórcio. Dificuldades que podem levar ao sofrimento filhos e filhas, animais de estimação, amigos, familiares.

Caminhamos lado a lado.

Ou não.

Quando nos afastamos e nos distanciamos, nunca é repentino.

Um processo que, se desenvolvermos a clara percepção da realidade do assim como é, poderemos prever, antecipar e até mesmo alterar o desenvolvimento do processo.

Entretanto, se não conseguirmos antever o que já acontece, se colocarmos lentes fantasiosas sobre a realidade, poderemos nos desiludir e nos sentirmos traídos na confiança mais íntima do ser.

momentos1

Professor Hermógenes, um dos pioneiros do yoga no Brasil, fala sobre a criação de uma nova religião chamada “desilusionismo”:

Cada vez que temos uma desilusão estamos mais perto da verdade, por isso agradecemos.”

Se você teve uma desilusão é porque não estava em plena atenção. Mas não fique com raiva nem de você nem da outra pessoa.

Nada é fixo. Nada é permanente.

Saber abrir mão… desapegar-se – até da maneira como tem vivido – é abrir novas possibilidades para todos.

Por que sofrer? Por que manter relações estagnadas ou de conflito permanente? Ou como transformar essas relações e dar vida nova ao relacionamento?

Collage of an elderly couple sharing good moments together on a

Apreciar e compreender a vida em cada instante é uma arte a ser praticada.

Separar-se dói, confunde, mexe com sonhos e estruturas básicas de relacionamentos.

Separação pode ser também uma bênção, uma libertação de uma fantasia, de uma ilusão.

Observe em profundidade.

Será que ainda é possível restaurar o vaso antigo?

No Japão, as peças restauradas são mais valiosas do que as novas. Tem história, emoção, sentimento.

Cuidado com o eu menor.

Cuidado com sentimentos de rancor, raiva, vingança.

Esse sentimentos destroem você, mais do que as outras pessoas.

Desenvolva a mente de sabedoria e de compaixão.

Queira o bem de todos os seres. Isso inclui você.

Cuide-se bem e aprecie a sua vida – assim como é –, renovando-se a cada instante e abrindo portais para o desconhecido, o novo – que pode ser antigo, mas novo a cada instante.

alimentos-para-um-envelhecimento-saudavel-1

Mantenha viva a chama do amor incondicional e saiba se separar (se assim for) com a mesma ternura e respeito com que se uniu.

Esse o princípio de uma cultura de paz e de não violência ativa.

Que assim seja, para o bem de todos os seres.

Mãos em prece

Fonte: http://casardescasarrecasar.com.br/o-que-filho-de-pais-separados-pode-ensinar-sobre-relacionamento/

www.monjacoen.com.br. É autora, entre outros, de “Sabedoria da Transformação” (editora Planeta).

PRATICANDO UMA AGENDA SAUDÁVEL PARA A MEMÓRIA – Parte 2/2.

Relógio-3-624x624

“O amanhã sempre reserva novas experiências pra nós”. Rodolfo Boechat.

Já comentei aqui que precisamos manter nossa mente ativa na maturidade e que existem diversas maneiras de fazermos isso. Uma das sugestões que postei na parte 1 (sexta) onde mostrei a importância de manter a mente em atividade, sugeria fazer uma rotina organizando de maneira divertida o seu dia a dia.

Bem, apesar dos estudos da terapeuta ocupacional Gal Rosa, sobre esta rotina sendo feita baseada somente nas suas experiências e observações profissionais… acredito ser bem interessante conhecer uma agenda saudável…

Alzheimer.1 jpg

Talvez você não encontre referências específicas sobre este assunto, mas sugiro ler alguns autores como Domenico de Mais (livro “Ócio Criativo”) e estudiosos sobre a ocupação humana para ampliarem seus conhecimentos. Leiam:

Este quadro há 10 anos tem ajudado muito Gal a motivar a terceira idade a se ocupar de forma mais saudável. Vamos retomar o quadro do post anterior e relacionar com cores aos tipos de atividades, sugiro assim:

Agenda idoso quadro-gal-revisado

Você consegue compreender o que diz o quadro?

Em resumo o quadro está bem colorido, com as cores distribuídas de forma bem equilibrada. Este é o meu modelo geral para a terceira idade. Mas você poderá alterar a posição das cores de acordo com seu ritmo, escolhas e conveniências. O importante é você conseguir um quadro com todas as cores, as quais simbolizam as categorias de atividades que devem existir numa vida saudável de qualquer ser humano, em QUALQUER IDADE!

Vamos lá? Pegue uma folha branca, régua, lápis e borracha para ajustar o que for preciso e lápis de cor ou canetinhas.

grisalho-e-feliz-6

Agora siga esses passos:

  1. Faça um quadro de atividades que retrata sua rotina atual;
  2. Analise bem a distribuição de suas tarefas enquanto se pergunta: faço muita coisa? Faço pouca coisa? Preciso de novidades?

III. Modele seu quadro de acordo com a rotina que deseja ter (você pode até escrever ao lado das bolinhas o nome específico de cada atividade – que já faz ou que irá começar a fazer em 2014);

  1. Não se preocupe se ficar embolado (lembre-se que é um rascunho! Se preferir faça numa cartolina!).

Depois de pronto mantenha-o fixado atrás da porta do quarto guarda roupa de forma que você possa revisitá-lo de tempos em tempos para ver se está indo bem em relação ao seu “cardápio variado de atividades”.

Preste atenção tanto no excesso quanto na falta de atividades. Eles são muito ruins para a memória e nosso bem estar.

idoso lendo

Quando sentir necessidade de substituir alguma atividade, altere o quadro que já está pronto. Rabiscar, fazer anotações no próprio quadro dá vida a ele, mostra que ele não foi abandonado. E no momento em que sentir necessidade de fazer outro, vá em frente!

Geralmente é interessante e motivador fazermos isso no fim ou no começo do ano, segundo Gal… sendo revisto sempre que tiver necessidade.

Mas é claro que em qualquer momento que o indivíduo tome consciência da importância de refazer sua rotina, ele deve começar já! By Gal Rosa

Fonte: https://www.aterceiraidade.com/vivendo-com-saude/praticando-uma-agenda-saudavel-para-a-memoria/

 

COMO VIVEM OS BRASILEIROS EM PORTUGAL? PARTE 3.

portugal ilha madeira

 “Não somos responsáveis apenas pelo que fazemos, mas também pelo que deixamos de fazer”. Moliére.

Muita gente tem curiosidade em saber como vivem os brasileiros em Portugal, então esse post serve pra isso. Indico os episódios do “O Mundo Segundo os Brasileiros”.

Este programa é exibido pela rede de televisão brasileira Bandeirantes (Band) e mostra a realidade de brasileiros no exterior, com suas expectativas, sonhos e realidades que muitas vezes não corresponde as expectativas que foram planejadas para a vida deles. Veja o terceiro vídeo sobre Ilha da Madeira e arredores.

O MUNDO SEGUNDO OS BRASILEIROS – ILHA DA MADEIRA (Portugal) – HD Completo 5×31 vídeo de 7 de nov de 2015

Ilha a Madeira, a principal ilha do arquipélago da Madeira, localizada em Portugal. Situado no oceano Atlântico, a sudoeste da costa portuguesa. Constitui conjuntamente com Porto Santoilhas Desertas e ilhas Selvagens, o arquipélago da Madeira e a Região Autónoma da Madeira, que tem como capital a cidade do Funchal. A ilha da Madeira possui origem vulcânica, 742,4 km², extensa flora exótica e o seu clima é subtropical. A economia é amplamente voltada para o turismo

VIVER EM PORTUGAL: MINHA VISÃO

Em minha opinião assim como na de Nataly Lima (já dez as malas) que já mora lá, Portugal é um país receptivo e a similaridade do idioma ajuda e muito em nos sentirmos em casa. Sem contar que os portugueses conhecem um pouco da nossa cultura devido às novelas que passam na TV e as músicas que vêm parar aqui (funk, samba, sertanejo universitário e todos os vídeos engraçados do YouTube) que eles adoram.

É um país que transmite tranquilidade, segurança e boa qualidade de vida. Para quem pensa em vir morar em Portugal para enriquecer deveria pensar duas vezes, pois isso não é tarefa fácil em lugar nenhum, muito menos aqui. Sugiro investigar antes a situação econômica do país (com desemprego atualmente em torno dos 14%) e também sua área de trabalho e as ofertas que existem (ou não) pra ela.

Acredito que assistindo estes videos ficara mais animada em conhecer a terrinha e vir para cá rsrs…

Fonte: https://www.jafezasmalas.com/como-vivem-os-brasileiros-em-portugal/

 

 

DIA DOS NAMORADOS PARA TODOS… ACIMA DOS 50… CHEIO DE IDÉIAS ROMÂNTICAS!

BIA

“Te  amo. Com todas as letras, palavras e pronúncias. Em todas as línguas e sotaques. Em todos os sentidos e jeitos. Com todas as circunstâncias e motivos. Simplesmente, te amo”.

Ah! Enfim esta chegando o Dia dos Namorados… Já faz algum tempo que tenho optado por preparar algo bem especial e romântico em casa mesmo, mas sempre gosto de inovar. Em 2016 vamos ter um dia inteiro (domingo) pra ficarmos juntinhos… isso vai ser muito bom!

Assim vamos comemorar este dia tão especial sem filas, sem transito, sem aperto, sem esperas, sem stress… onde tudo costuma estar lotado e com os preços lá nas alturas. Meu segredo: muito amor e imaginação… abusando na criatividade.  Vou sugerir algumas ideias que vou usar amanhã, espero que se animem…

CAFÉ DA MANHÃ NA CAMA:

Começar o dia com um cafezinho na cama especial é simplesmente divino! Decore a bandeja com flores… e coisas bem gostosas (costumo deixar quase tudo ajeitado no dia anterior, escondidinho rsrsrs). Aqui algumas dicas bacanas e simples para incentivar você:

Namorados 22

Muito fácil de fazer:

namorados dia-dos-namorados-2

namorados cafe-da-manha-cama-3

Namorados 24

Namorados. 1 jpg

TARDE DE ENTRETENIMENTO:

Este é um dia especial onde damos uma atenção exclusiva a cada um de nós. Evitamos o uso das tecnologias e preferimos conversar… passear de mãos dadas… fazer o que espontaneamente for surgindo durante todo o dia.

Avião idoso feliz 8          _1 IDOSOS FELIZES GRANDE 2

Porque não fazer algo divertido e espontâneo mais à tardinha? Gostamos de assistir filmes então seleciono alguns bem românticos pra escolhermos juntos na hora. Sugiro algum destes filmes:

FILMES ROMÂNTICOS MOSAICO

Preparo um lugar bem aconchegante com almofadas, tapetes e mantas bem quentinha… mudando o visual diário para deixar o ambiente bem romântico. Aqueço o ambiente com a lareira acesa… Vai uma pipoquinha, um bolinho de chuva ou taboa de queijos?

a glass of wine in front of a fireplace

Pra completar ao final da tarde terminaremos com um bom vinho… e gostamos de dançar um pouco algumas musicas. Tudo pronto e só aproveitar e se divertir.

Filme Elsa_e_Fred_

JANTAR Á LUZ DE VELAS:

Por que não um jantarzinho romântico em casa?  Vamos pensar na decoração da mesa, que não precisa ser exatamente na sala de jantar… é bom sair um pouco mais da rotina e pensar na mesa de centro da sala de estar, na sacada, no terraço ou jardim, que tal?

Namorados 30

É claro que não podemos nos esquecer da trilha sonora, com músicas para curtimos juntos… e de mais flores onde fica tudo lindo deixando o ambiente ainda mais romântico. Espalho no ambiente uma fragrância bem suave, varias fotos de vocês e bilhetinhos pela casa.

Decorar o ambiente com coisas simples, como velas, pétalas de rosas e corações de papel… que dá para fazer decorações lindas, além de deixar o ambiente mais aconchegante. Eu organizo uma mesa bem bonita, com toalhas de mesa, arranjos e pratos tudo combinando.

Namorados 6

Namorados 10

Defina um cardápio pratico e bem saboroso a ideia não é perder tempo com pratos sofisticados, pelo contrario tem que ser simples e rápido. Depois de tudo preparado vou/ vamos para a cozinha fazer uma comidinha toda especial? Decore caprichosamente tudo na hora de servir.  Eu optei por:

Entrada: Damasco com Creme Cheese e Gorgonzola: Namorados 13

Ingredientes > 20 damascos cortados quase ao meio (sem separar). Recheie com esta pasta misturando: 200g de cream cheese com 100g de queijo gorgonzola. Cubra com ½ xícara (chá) de gergelim preto e/ ou ½ xícara (chá) de nozes trituradas. Se preferir poderá substituir o gergelim e as nozes…  por pistaches ou amêndoas trituradas também ficam perfeitas.

Namorados 21

e Saladinha Caprese: Ingredientes> 20 Tomates cerejas cortado ao meio, fatias de mozarela de búfalo e folhas de manjericão. Se quiser sirva com geleia de pimenta

Namorados 14

Prato principal: Risoto de Camarão. É um prato típico italiano a base de arroz e deve ser servido quente e úmido. Veja receita completa passo a passo na http://degustaterapia.blogspot.com.br/2014/04/risoto-de-camarao.html.

namorados risoto de camarão 1.JPG

namorados ridos camarão.JPGCaprichando na hora de  servir:

namorados risoto de camarão 2.JPG

Sobremesa:  Merengue de morango. Quem é que resiste a um doce contendo chantilly, suspiros e morangos? Uma sobremesa linda e romântica, perfeita para servir em um jantarzinho a dois. Veja receita completa na http://degustaterapia.blogspot.com.br/2014/04/merengue-de-morango.html

Namorados 35 .jpg

Namorados 37 jpg.jpg

Namorados 34 .jpg

 

Lembrando que uma vez surpreendi meu marido ao final do jantar com uma serenata que contratei dos Trovadores Urbanos, foi emocionante!

Namorados 7

NOSSO QUARTO:

Uso um jogo de lençol bem bonito e confortável… perfumando o ambiente com aromatizante de lavanda ou baunilha.

namorados jantar-romantico_02

Sempre deixo perto da cama frutas (morangos, uvas), chocolates e alguns mimos num pote de cristal. Não pode faltar também um espumante com taças á mão e tudo preparado para aproveitarmos bem cada momento.

Namorados 29 .jpg

Namorados 28 .jpg

Decoro com flores, velas, pétalas de rosa, almofadas e uma manta bem quentinha.

O banheiro também recebe alguns caprichos. Tudo a luz de vela fica muito mais convidativo, né?

Namorados 38  jpg.

Preparo tudo com antecedência e me arrumo com roupas bonitas… Desligamos o celular e assim aproveitamos o momento para conversar, namorar e falar de coisas agradáveis. Tentamos nos divertir e aproveitar tudo!

Não esqueça de que tudo precisa de muito amor, criatividade, paixão e claro, vamos nos divertir muito. Porque nada disso faz sentido se não for para ser FELIZ!!!!!

Close-up of hands toasting wineglasses in front of lit fireplace

Então, mãos a obra, temos muito a fazer… Esperamos que as minhas dicas tenham ajudado. Feliz dia dos namorados a todos!!!!

Fonte: http://degustaterapia.blogspot.com.br/2014/06/jantar-romantico-para-o-dia-dos.html

img_6226-1

 

 

PRATICANDO UMA AGENDA SAUDÁVEL PARA A MEMÓRIA – Parte 1/2.

feliz

“Saber não basta; devemos aplicar. Desejar não basta; devemos fazer.” Goethe.

Sempre nos preocupamos muito como a nossa mente vai estar à medida que envelhecemos procurando assim mantê-las ativa. Muitas são as sugestões que lemos e aplicamos… Vamos então aprendendo muitas coisas com as novas tecnologias e pela internet que avançam dia a dia… difícil mesmo é acompanhar, né?

Existem algumas atividades que podem contribuir neste quesito conforme sugestão de Gal Rosa (terapeuta ocupacional em geriatria e gerontologia) vale a pena conferir, leia:

Basta eu entender porque “atividades” são moedas de ouro para os neurônios, para que eu repense sobre “o que ando fazendo na minha vida”… calculando assim as possibilidades de meus neurônios funcionarem bem ou mal!

Atividades são traduzidas como estímulos para nosso sistema nervoso. Dentro das atividades temos as “tarefas” e dentro das tarefas temos as “ações”. Cada ação levará a um conjunto de informações para a mente. Na atividade de “assistir TV”, você desempenha a tarefa de acompanhar um programa e a ação de observar o programa. Os neurônios irão compreender uma imagem bonita na TV como sendo um monte de informação elétrica de natureza visual, as quais se reunirão em determinado local do cérebro reformulando a tal imagem até que a consciência perceba: “Puxa! É o Gianechini!”.

idosos no computador_midias sociais

A consciência é a última a receber a informação gerada pela atividade desempenhada, a fim de concluir o que é aquilo com o qual ela está se envolvendo e pra que serve. Então ela decide o que fazer: “desligar a TV ou… se afundar no sofá e por ali ficar até o programa acabar.” Pense assim com várias outras atividades, até bem mais estimulantes do que simplesmente assistir TV.

Enquanto há estímulo os neurônios estão trabalhando e permanecendo saudáveis e fortes. É, gente! Vitamina de neurônio chama-se a t i v i d a d e! Atividades são tão importantes para os neurônios devido aos estímulos que elas geram que mesmo quando a gente está dormindo achando que não estamos fazendo nada os neurônios entendem “dormir” um trabalho e tanto! Afinal de contas eles têm que dar um jeito de fazer a gente ir do sono leve ao profundo, têm que fazer a gente sonhar, eles têm que continuar mandando energia para os nossos órgãos não se esquecerem da vida e continuarem trabalhando enquanto a gente dorme, só que de forma mais silenciosa, o que chamamos de estado de energia basal. E quando o neurônio descansa é pra morrer, sabiam?

Tempo 3

Só que… não adianta encher seus neurônios de atividades por conta própria e aleatória, sem respeitar os limites do seu corpo e de sua natureza física, pois os neurônios gostam de trabalho saudável e equilibrado, não trabalho escravo!

Eles são executivos de alta classe que adoram novidades, mas gostam de ter tempo para processarem informações, gostam de desafios para ficarem musculosos, mas também adoram atividades livres para criarem coisas novas, gostam de conforto e despreocupação… mas também amam responsabilidades e projetos.

vida 3

Portanto uma agenda rica em atividades úteis e prazerosas assim como equilibrada entre compromissos e momentos livres é o ideal para os neurônios. Vamos ver uma sugestão? Vejam o quadro semanal de rotinas sugerido abaixo:

agenda idoso quadrovazio

Vamos procurar preencher este quadro de acordo com os seguintes tipos de atividades:

ATIVIDADES DE AUTO CUIDADO: ligadas à sobrevivência, são todas as atividades relacionadas ao cuidado com seu corpo e saúde (desde banho, alimentação, higiene, exercícios físicos até tratamentos e acompanhamentos para a saúde em geral).

idosos comendo    idosos alimentando

ATIVIDADES PRÁTICAS: ligadas ao ritmo de vida, são todas aquelas que se envolvem com o gerenciamento de sua rotina (pagar contas, gerenciar casa, cuidar da família…).

ATIVIDADES LABORAIS: ligadas à construção da vida, são todas aquelas em que há uma produção que alcança o bem comum entre você e o outro, seja trabalho remunerado, seja voluntário, seja produção artesanal para uso pessoal. Muitas vezes temos que nos dedicar a algum curso para aprendermos alguma atividade laboral.

Intercambio viajando

ATIVIDADES SOCIAIS: ligadas aos relacionamentos, elas nos integram com os demais, fazendo-nos unir nossas habilidades e capacidades para vivermos a vida juntos através da necessidade de compreendermos o sentido e propósito de nossa existência.

idosas-dancando

ATIVIDADES DE LAZER: ligadas ao prazer e desfrute da vida, são as atividades que mais permitem ser quem somos de verdade, despojados de nossas obrigações sociais. Tais atividades nos fazem renovar ou revelar habilidades, fortalecendo nossa identidade interior (o eu verdadeiro) e autoestima. Aí está o maior senso de prazer: poder conhecer a si mesmo.

DESCANSO: ligadas à reposição das energias. É literalmente “não fazer nada”. Digamos que seja um “ócio saudável”. Um cochilo de 30 minutos após o almoço pode funcionar como uma “ducha refrescante” para a mente. Guarde o sono profundo para a noite. JAMAIS durma profundamente durante o dia!

HORA LIVRE: ligadas à criação da vida. São nas horas livres, onde não temos nada planejado, que acabamos “inventando moda”. Eu adoro essas horas!!! Como agora, por exemplo, em que só consigo criar este texto porque acabo de ganhar 3 inesperadas horas livres. Maravilha!

casal feliz

Bem, apesar dos estudos de Gal Rosa (terapeuta ocupacional em geriatria e gerontologia), sobre rotina ser feito completamente relacionado com as suas experiências e observações profissionais, ainda nada é científico. Mas a ciência é feita de se experimentar não é?

Talvez você não encontre referências específicas sobre o assunto, mas poderão ler autores como Domenico de Mais (livro “Ócio Criativo”) e estudiosos sobre a ocupação humana para ampliarem seus conhecimentos. Na próxima sexta vou continuar este post com uma sugestão sobre como utilizar e preencher melhor esta agenda. By Gal Rosa para saber mais:

Fonte: https://www.aterceiraidade.com/vivendo-com-saude/praticando-uma-agenda-saudavel-para-a-memoria/