É PRECISO PERDER O MEDO DA VELHICE!

BIA SO

“Ao envelhecer, parei de escutar o que as pessoas dizem. Agora só presto atenção ao que elas fazem”. Andrew Carnegie

Com a proximidade de mais um aniversário meu só tem uma coisa que eu implico um pouco… as fotos! Elas não mostram a minha alma e o que vejo tem sido cruel ultimamente…rsrsrs. Adoro as crônicas de Déa Januzzi… sempre me fazem refletir com humor sobre a vida e me deixam maravilhada… Leiam:

Com licença: preciso urgentemente tirar novas fotos, atuais, e que não escondam os meus 62 anos. A minha última foto que está ilustrando a coluna “Coração da Terra”, da Revista Ecológico, tem mais de seis anos – e nesse tempo muita coisa mudou. Perdi pai, mãe, irmão e amigos fundamentais na minha vida. Saí do emprego de mais de 40 anos, mudei de casa, pelo menos, três vezes, mas a foto no alto da coluna continua a mesma. Olha que escrevi a crônica “Coração de Mãe” num jornal mineiro durante 10 anos – e não é que a foto lá no alto também permaneceu a mesma esses anos todos. Medo de que?

Medo de ser vista como realmente sou? De que os leitores me vejam como realmente estou hoje? Ou faz parte dessa necessidade de ser eternamente jovem? O tempo correu, escorreu e a minha foto no alto da página continuou como a de uma jovem com 20 anos a menos. Os cabelos mudaram, a testa ficou perplexa com tantas perdas importantes que me deram lições de superação. Quer melhor cronômetro do tempo do que ver amigos e familiares indo embora? Quer maior bagagem de rugas do que ser uma órfã adulta? Quer maior dimensão do tempo do que ter um filho de 30 anos? Na verdade, jovem é o filho… é neto…

IMG_0860

Na foto no alto da coluna, você pode ver no meu rosto quantas vezes chorei de dor? Pode enxergar no fundo dos meus olhos quanta luz se apagou? Por que não há mais estrelas no infinito do meu ser? Você pode ver na foto do alto da coluna quantas vezes eu percorri a via-crúcis do viver? Pode ver as ondas que se arrebentaram nas margens do meu ser?

Na foto do alto da coluna, você consegue enxergar uma mulher livre que foi obrigada a partir e a chegar de vários portos da existência, que sobreviveu a naufrágios e tempestades, que fez a revolução das mulheres, que mergulhou nas furiosas ondas dos afetos e desafetos, dos encontros e desencontros? Você pode adivinhar quantos amigos ficaram no caminho? Pode ver uma mulher que amou, namorou, casou, teve filhos, separou? Você pode ver na linda e perfeita foto do alto da página quem é essa pessoa que escreve das profundezas da alma, que tira o limo do coração com palavras?

Ligo a televisão, abro os jornais e revistas deste país e uma inquietação me invade: senhoras apresentadoras e senhores colunistas que exibem imagens e fotos sempre muito mais jovens do que na realidade são. No alto das páginas dos jornais e revistas, os cronistas não têm rugas nem marcas do tempo, apesar de há muito terem passado dos 60. E de o cenário da velhice ter mudado completamente.

a49cdb808f4067e04c2f32d97f3971e4

Preciso abrir parênteses: O Brasil está envelhecendo. Até 2025, será o sexto país do mundo com o maior número de pessoas velhas. Hoje mais de 22 milhões de brasileiros estão na faixa dos 60 anos. E a cada ano mais 650 mil pessoas alcançam essa idade. Mas o fato é que ainda há muita desinformação sobre as particularidades do envelhecimento no atual contexto social. A medicina evoluiu, assim como a qualidade de vida, pois hoje é possível chegar aos 60 com saúde, desejos e projetos de vida. Ganhamos 34 anos a mais do que nossos bisavós. Pensem sobre isso: é um período completo que foi adicionado à expectativa de vida. Você já imaginou o que vai fazer nesses outros 34 anos de vida? Nem os governos nem a cultura nem os próprios protagonistas ainda sabem o que fazer ou o que isso significa. Fecho parênteses.

Volto às fotos de jornais e revistas, de colunistas sempre com cara de 20 anos. Em tempos de fotoshop, há sempre um jeito de dar um toque aqui, de levantar uma ruga ali, de espantar uma olheira lá, de refazer e pintar a sobrancelha, de avolumar a boca que já não segura mais o batom. É possível até fazer botox na fotografia. Afinal, o fotoshop pode fazer implantes, cirurgias complicadas, preenchimentos para que os leitores tenham uma imagem do colunista sempre jovem. É proibido envelhecer neste país, mesmo que as curvas demográficas provem o contrário. É um pecado envelhecer e a culpa é sempre de quem chegou aos 60, porque esse assunto não interessa a mais ninguém. É até repulsivo.

É preciso perder o medo da velhice, porque o tempo não pára. É preciso repetir que só não envelhece quem morre antes e que ninguém pode deter o Senhor Relógio. O tempo chega com suas marcas e cicatrizes que se transformam em rugas e se refletem na imagem exterior. Conheço uma mãe que perdeu o filho em acidente de carro. Depois dos rituais, ela se deitou e acordou no dia seguinte com todos os cabelos brancos. A dor tingiu os seus cabelos da noite para o dia. Como esconder o sofrimento, as perdas, as tristezas e decepções atrás de uma foto? Como mascarar a trajetória de vida numa foto que boicota a realidade e o tempo presente?

Com licença: preciso urgentemente encomendar novas fotos, mesmo que hoje, já sem as lentes de contato, eu tenha escolhido óculos bem fashion, lá da Zótika, na Savassi; mesmo que eu ainda apele para alguns implantes para manter a minha qualidade de vida, mesmo que eu continue tomando vinho e celebrando vida. Pois só as fotos não envelhecem.

*Déa Januzzi é jornalista e escritora. Esta crônica foi publicada pela primeira vez no 50emais em março de 2015.

http://www.50emais.com.br/39766-2/

Anúncios

EU VOU SER VOVÓ… PELA PRIMEIRA VEZ… Á DISTÂNCIA…

LONDRES Compras-em-Londres-Inglaterra-2

“… E eu, avó de primeira viagem… inicio a caminhada por essa nova e longa etapa de minha vida. Novos sentimentos vou descobrindo… Ser avó pela primeira vez é um marco único… importante e  definitivo na nossa vida. Ser vovó á distância…  é outro desafio a se vencer”. Bia Perez.

Ser avó, para nós mulheres, é a possibilidade de criar novos rumos no viver, re-contar histórias, escrever, registrar os eventos… Este é um deles…

Parto hoje daqui  (com o coração pequenininho)… depois de um tempo (77 dias) juntinho… curtindo meu neto, filho e nora que agora passam a morar aqui… tão distantes do Brasil. Lembranças lindas e  doces… é tudo que levo comigo hoje.

Sim vou pensar em vocês a cada passo que der. Espero que a vida os trate muito bem.  E espero que tenham tudo que sonharem! Na vida temos que ter a coragem de abraçar todas as oportunidades que nos aparacem… e acreditar em nossos sonhos. Isto vocês fizeram e só tenho a abençoar e pedir a Deus que os  proteja.

bebe-avião-

Sou hoje a saudade do seus bracinhos abertos me aconchegando estendidos para te pegar do berço… do seu largo e inocente sorriso me olhando… dos seus olhinhos curiosos enxergando o mundo inteiro… (Bom dia mundo!!! Boa noite mundo!!!)… e experimentando de tudo um pouco! Sou a saudade dos seus dedinhos buscando os meus… entrelaçando-os até você adormecer juntinho da vovó, meu netinho querido…!

Sou hoje a saudade da sua risada leve… da sua emoção contando todo feliz e realizado como foi seu dia no trabalho… dos gostosos lanchinhos que fazia carinhosamente no jantar… do sorvetinho de sobremesa… e das longas noites assistindo aos seriados e filminhos… Sou a saudade dos longos passeios animados e divertidos me mostrando todas as histórias e as belezas do seu novo lugar, meu filho querido…!

Sou hoje a saudade de vê-la cuidando do seu lar e da sua família com tanto carinho e amor… Deste amor que transborda o seu ser, na entrega total ao seu filho e ao seu marido…  Sou a saudade dos nossos almoços e das pizzas que você mesma fazia… das nossas passeadas divertidas nos trens e pelo bairro com o carrinho de bebê apreciando o pôr do sol… com ou sem chuva… dos filminhos da nossa sessão da tarde… e das nossas gostosas conversas e risadas, minha norinha querida…!

LONDRES BIA PONTE 2

Ah, sim já sinto saudades!!! Fui me  despedindo cada dia um pouquinho! Vou ficar tentando lembrar de tudo que eu vivi aqui. Cada momento vivido… eternizarei dentro do meu coração.

Sou a soma de tudo isso, e infinitamente muito mais. Sou toda “coração”… amor e sentimentos! E além de tudo isso, sou eu mesma!!!

Vou carregada de todas estas lindas lembranças que me encorajam, me orgulham  e me confortam muito… me acrescentando novas experiências na minha vida… certa de que escolhem bem …

Banner Londres palacio

“Ah, claro! Fotos e vídeos… muitassssss…

Para fazer longas paradas”. São paradas para me fazer relembrar nossas histórias vividas e que deixam saudades.

Revejo tudo na minha memória e pelo álbum de retratos.

Ah, tem ainda o skype uma distância que nos aproxima. Quem diria… isso ajudará bastante para amenizar minha saudade!

Sentirei saudades , saudades de tudo!! Saudades é coisa boa!

Agradeço tudo que fizeram por mim nestes dias… muito, muito obrigada mesmo…  e um até breve. Que Deus os abençoe!

Com amor… mil beijos.

Vovô Bia.

BIA SO

MORAR FORA DO BRASIL: 10 DICAS PARA SE ADAPTAR A UMA NOVA CULTURA.

  LONDRES Compras-em-Londres-Inglaterra-2

“Temos de nos tornar na mudança que queremos ver”. Mahatma Gandhi.

Como tenho contado para vocês estou um período (3 meses) em Londres auxiliando meu filho e sua família que estão se mudando para cá. Não conhecia o País e estou encantada com o que estou vendo aqui. Sim, voltarei muitas vezes para cá.

Pra começar a “gentileza” das pessoas e o “respeito ás diferenças” são bem fortes aqui… fazia tempo que não me sentia tão bem acolhida num lugar. Londres é  uma cidade multicultural onde todos convivem bem. Por morar na cidade de  São Paulo onde todos parecem correr muito de um lado para o outro…  as pessoas com pressa pararam de se olharem… de se cumprimentarem… perderam assim um parte muito importante no seu dia a dia… raramente isto acontece conosco tirando nossos amigos e familiares. O “outro” parece não existir mesmo dentro do elevador.

Outra coisa que merece destaque é sem dúvida a “segurança”…  que não temos e estamos perdendo cada vez mais… e o pior parece que estamos nos acostumamos com os cuidados que temos que tomar e simplismente aceitando… se conformamdo ou então mudando de País.  Me pergunto constantemente: quando é que os governantes vão pensar em nos dar a liberdade de ir e vir com segurança em nosso País? E melhorar a Educação, Saúde, Economia…? É tão bom poder andar livremente pela cidade, pelos bairros á qualquer hora do dia e da noite… com seu celular, acessórios, bolsa e carteira… sem correr o risco de voltar para casa sem elas.

Também gostaria de dizer que é possível utilizar os “meios de transportes públicos” aqui com muita facilidade. Vamos para todos os lugares, utilizando diversos tipos de transportes com conforto e rapidez. Muita informação e acessibilidade.

Durante toda minha vida assisti perplexa o que estamos perdendo a cada dia e mais… mais… Por isso entendo perfeitamente que mais pessoas pensem em morar fora do Brasil. Leiam:

LONDRES 1        LONDRES

A decisão de morar fora do Brasil é sempre cercada de muitas expectativas sobre o novo país de destino: a cultura, as pessoas e até o ritmo de vida diferentes causam dúvidas e uma certa ansiedade. O período de adaptação nem sempre é fácil — afinal, você estará longe da sua família e amigos, em um lugar novo e desconhecido, provavelmente sem conhecer ninguém.

Para que você consiga vivenciar esse momento com a cabeça mais tranquila, hoje eu preparei 10 dicas que vão te ajudar a driblar a solidão e se adaptar a uma nova cultura! Vamos lá?

PREPARE-SE PARA O CHOQUE CULTURAL

Ao se mudar de país, tudo parece diferente e pouco familiar. É preciso conhecer novos hábitos alimentares, adaptar-se a um clima diferente, familiarizar-se com uma segunda língua e assimilar os valores e costumes desse novo país. Cada um passa por esse choque de uma forma e isso está relacionado com as expectativas e com o conhecimento de cada um sobre o país de destino.

Para lidar com essa etapa, é importante pesquisar bastante sobre o lugar para onde você quer se mudar para identificar as diferenças e similaridades em relação ao seu país, além de se familiarizar com as práticas dessa nova cultura. Estar aberto à diversidade e ao aprendizado é essencial para minimizar os possíveis efeitos negativos do choque cultural — que, para algumas pessoas, incluem a depressão e o stress.

CONHEÇA A LÍNGUA

Ter conhecimento de uma língua estrangeira no Brasil não é garantia de que você não terá dificuldades em se adaptar a uma nova cultura. Elementos como o sotaque, as gírias e até mesmo o nome de alguns objetos comuns podem ser difíceis de assimilar em um primeiro momento.

Quando você não se lembrar de alguma coisa, tente explicar com outras palavras e não se frustre: se até na sua língua nativa você pode se esquecer de uma ou outra palavra, é natural que isso ocorra morando fora.

ABRA A SUA CABEÇA

Não é fácil estar inserido em um país no qual os valores, os costumes e a cultura são completamente diferentes dos seus. Por isso, uma das estratégias para se adaptar com mais facilidade é estar com a cabeça aberta para experimentar novas coisas e tentar assimilar esses novos costumes.

Antes de rejeitar um novo alimento ou determinado hábito, faça uma tentativa bem-intencionada de se adaptar. Quem sabe você não vai acabar se surpreendendo?

EVITE COMPARAÇÕES

O grande desafio para se adaptar a uma nova cultura é aprender a conviver com as diferenças. A melhor forma de fazer isso é manter uma atitude positiva e aberta em relação às novidades.

Evite comparar hábitos, costumes e alimentos diferentes do que você está acostumado. Ser diferente não significa ser pior. Fuja das comparações entre o Brasil e o seu país de destino e encare as novidades com entusiasmo e boa vontade.

SEJA SOCIÁVEL

londres inglaterra-londres

Um dos fatores que mais ajudam a acelerar a adaptação de quem vai morar fora do país é conhecer novas pessoas. Procure fazer novas amizades e ser sociável com as pessoas com quem você trabalha ou estuda e não tenha vergonha de convidar para um café ou um happy hour. Uma vida social ativa é uma boa maneira de amenizar a saudade dos amigos e familiares que ficaram no Brasil.

BUSQUE AFINIDADES

Uma ótima maneira de fazer amizades no início é encontrar pessoas que estejam em uma situação semelhante à sua — ou seja, outros imigrantes ou intercambistas. Independentemente do fato de que essas pessoas também vêm de outros países e culturas, vocês terão algo em comum: estão tentando se adaptar à vida em um novo país, longe da família e dos amigos.

Em geral, outros imigrantes serão mais abertos e dispostos a criar laços sociais, uma vez que estão passando pela mesma situação e também estão buscando companhia.

MANTENHA CONTATO COM O BRASIL

Os primeiros meses fora de casa são muito difíceis para qualquer um. Afinal, ainda não deu tempo de fazer novas amizades e é muito normal sentir saudades de casa. Para minimizar esse trauma, planeje-se para manter contato regular com sua família e amigos no Brasil.

Eles te darão suporte emocional para passar por este momento de solidão e te ajudarão a se lembrar do por quê de você ter decidido viajar. Pode parecer uma dica boba, mas contar com o suporte dos seus amigos e familiares é um fator extremamente importante para a sua adaptação em outro país. A internet (wiFi) ajudará muito e tem sempre gratís em alguns cafés ou lugares próximos de você… descubra.

CONHEÇA AS PAIXÕES NACIONAIS

Morar-fora-do-brasil-londres-1280x640

Outra maneira de integrar-se a uma nova cultura é ter interesse pelas “paixões nacionais” e valorizar esse aspecto da cultura local. Se você foi morar em um lugar em que o basquete ou o rugby são esportes populares, vá a um jogo ou tente conhecer melhor as regras para poder participar das conversas sobre o tema.

O mesmo vale para qualquer outro esporte: nem todos os países valorizam o futebol como o Brasil e, para se adaptar, a dica é tentar se interessar por aquilo que as pessoas ao seu redor gostam. Assim, você terá mais assunto para conversar e mais facilidade para fazer amizades.

SEJA OBSERVADOR

Para não cometer gafes, observe como as pessoas se comportam ao seu redor, a maneira como elas cumprimentam umas às outras e as dinâmicas das relações sociais. O povo brasileiro é muito aberto e receptivo, mas nem todas as culturas são assim.

Cumprimentar com beijos ou abraços, que são formas perfeitamente normais de conhecer alguém no Brasil, pode ser mal interpretado em países em que as pessoas são mais reservadas. Observar como as pessoas se comportam é um bom atalho para entender melhor as dinâmicas sociais de cada lugar.

ACOMPANHE AS NOTÍCIAS

Saber o que está acontecendo e quais são os fatos importantes também é uma boa dica para se integrar à cultura e ao dia-a-dia de um novo país. Além de ser uma maneira de ter assuntos interessantes para conversar com as pessoas e criar laços sociais, acompanhar as notícias também é uma forma de despertar o seu interesse pelo que acontece no país.

Com essas dicas, a sua adaptação a uma nova cultura deve ser mais rápida e tranquila. Nos momentos difíceis, lembre-se dos motivos que o levaram a mudar-se do Brasil e siga em frente para atingir os seus objetivos. Pesquisar sobre o seu destino é sempre bom para começar a se inteirar sobre a cultura local.

Curtiu minhas dicas? Se o seu objetivo é morar em Londres, então confira aqui outras dicas essenciais para adaptar-se à cultura inglesa, neste site!

Morar fora do Brasil: 10 dicas para se adaptar a uma nova cultura

PROCURA-SE COMPANHIA… PARA SAIR DE VEZ EM QUANDO!

Filme Elsa_e_Fred_

“Viver é enfrentar desafios! Ousar é enfrentar: Esse é o caminho.”. Bia Perez.

Esta crônica de Déa Januzzi soa como um grito de liberdade de todas nós, mulheres modernas. Aprecio o seu espírito livre e revolucionário. Foi publicada originalmente pelo jornal Estado de Minas, com o título de “Correio Sentimental… Leiam:

Mulheres sem paciência para relacionamentos sérios e longos procuram uma companhia para sair de vez em quando, que goste de comida japonesa, incluindo os shashimis, que tome vinho e se embriague numa taça de cristal, dessas enormes, com profundidade suficiente para mergulhar os pensamentos.

Close-up of hands toasting wineglasses in front of lit fireplace

Ou que queira experimentar um suco verde da culinária viva de vez em quando, para desintoxicar os lugares mais secretos. Nem vegetariano radical nem carnívoro em excesso.

Procura-se um homem que goste de acupuntura e de massagem. E não tenha preconceito contra a meditação com todos os nomes de Deus.

Um companheiro que continue a morar na própria casa e ela também na dela.

idoso 7

Procura-se um homem que goste de flores, mas também se esqueça de que elas existem por dias até que elas chamem a sua atenção porque precisam de seus cuidados para não murchar de vez.

Não precisa ser bem-sucedido financeiramente nem profissionalmente, mas que saiba rir e não precise ficar mostrando que está em forma, que clareou os dentes, que frequenta uma academia e que vai à podóloga.

Um companheiro normal, com seus defeitos para compartilhar com os dela. E os vícios também, porque ela tem muitos. E ele sempre se lembre que provedor hoje é o da internet.

Procura-se um homem que saiba expressar emoção, que declare sentimentos, faça poesia, ou seja, até um poeta suicida, desses que dão murros na parede até sangrar e sair uma rima perfeita.

danca idosos

Pode ser um artista sem palco, um músico sem instrumento, mas que saiba tocar a alma e não se esqueça nunca de que foi jovem um dia. Um companheiro que não fique o tempo todo vestido com a armadura enferrujada do herói ultrapassado.

Um companheiro que goste de música, de cinema e também de não fazer nada, de ficar em casa quando todo mundo vai para a rua. Alguém capaz de entender o significado da palavra simplicidade, que goste de andar descalço e de vento nos cabelos, mesmo que já embranquecidos, que não precise de plásticas no corpo nem no espírito, que saiba envelhecer e goste de cada nova etapa da vida.Collage of an elderly couple sharing good moments together on a

No meu correio sentimental só cabem homens que saibam ser pais afetivos e não apenas biológicos, que adotem os filhos mesmo que sejam deles mesmos.

Homens que voem mesmo que não tenham asas e que não precisem mostrar a força, mas enxerguem o tênue fio que pode se partir a qualquer momento, mas que deixe uma luz pelo caminho.

http://www.50emais.com.br/cultura/procura-se-companhia-para-sair-de-vez-em-quando/

MORRE LENTAMENTE QUEM…

BIA SO

“Escolhi viver a vida intensamente deixando que o destino faça o resto…” Aline M. Medeiros

Sempre penso que a vida é realmente bela… cheia de desafios… e muito curta!

meditando 3

Não tenho medo de morrer… tenho pena é de não viver! Quero falar de vida! Viver a vida… intensamente vivida!  Nunca quero dizer “se eu tivesse”… Nunca mesmo!!!! Veja o que Martha Medeiros nos diz:

Morre lentamente quem não viaja, quem não lê,
quem não ouve música,
quem não encontra graça em si mesmo.

Relógio-3-624x624

Morre lentamente quem destrói o seu amor-próprio,
quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito,
repetindo todos os dias os mesmos trajetos,
quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor
ou não conversa com quem não conhece.

Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.

feliz-terceira-idade

Morre lentamente quem evita uma paixão,
quem prefere o negro sobre o branco
e os pontos sobre os “is” em detrimento de um redemoinho de emoções
justamente as que resgatam o brilho dos olhos,
sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.

Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz,
quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho,
quem não se permite pelo menos uma vez na vida fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante.

grisalho-e-feliz-6

Morre lentamente quem abandona um projeto antes de iniciá-lo,

não pergunta sobre um assunto que desconhece
ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.

Morre lentamente…

COMO TRAZER SEU CÃO PARA O REINO UNIDO NA CABINE PARTE 3 – TRANSPORTE TERRESTRE – DO AEROPORTO DE PARIS ATÉ LONDRES.

Bella passaporte-cachorros-gatos

DURANTE / DEPOIS

 “A compaixão para com os animais é das mais nobres virtudes da natureza humana”. Charles Darwin

Post dividido em 3 partes para facilitar a leitura, Enjoy!              Fonte – Leia – https://perdidosemlondres.wordpress.com/2015/04/29/como-trazer-seu-cao-para-o-reino-unido-na-cabine-parte-3/

O TREM DO AEROPORTO DE PARIS ATÉ CALLAIS VILLE (lado Francês do Canal da Mancha)

Bella Paris

  • Comprou as passagens de trem pela empresa SNCF. Além de você comprar as suas passagens por essa empresa, você também deve comprar a do seu animal. Na França, o cachorro paga um valor em torno de 5 libras (convertendo).
  • Cliqueaqui para ler as informações necessárias para andar de trem na França com o seu animal e para comprar a passagem dele junto com a sua.
  • Provavelmente você vai pegar o TGV do CDG para Lille Europe, e o TER de Lille Flandres para Callais Ville. Quando sair de Lille Europe, você vai andar uns 10 min (na rua mesmo, atravessando semáforos, etc.) até chegar na estação de Lille Flandres. Tanto no CDG, quanto em Lille Flandres, você deve colocar o seu ticket e do seu animal (e de todas as outras pessoas que estiverem com você), em umas máquinas amarelas de verificação de tickets na estação, geralmente localizadas um pouco antes da entrada da plataforma. Além disto, vai passar um guarda durante a viagem para conferir as passagens e essa leitura.
  • O que ele fez : A viagem até Lille Europe, ele colocou a bolsa da Bella no seu colo e ela veio dormindo (todos nós!). Já na viagem de Lille Flandres até Callais Ville, não se achou espaço para guardar as malas, foi usado o espaço da segunda pessoa para colocar a bolsa. Eles adoram cachorros e pessoas transportam animais o tempo todo, então eles não ligaram.

O TAXI PARA ATRAVESSAR O EUROTUNNEL (DE CALLAIS VILLE ATÉ FOLKSTONE)

bELLA _london_d

  • Depois de uma conhecida minha recomendar os serviços da empresa Folkestone Taxi Co. Ltd. entrei em contato com eles por e-mail, e fui acertando os horários com o taxista. A melhor parte de dormir em Roissy-en-France, foi não ter a preocupação com o horário que o avião iria chegar do Brasil, além de que meu cachorro pode fazer necessidades e jantar tranquilo (ele não ficou sem comer, beber água, etc.).
  • A empresa de taxi cobra um preço fixo, e compra a passagem do eurotunnel do seu animal, e a ida e volta do motorista (que vem do UK sozinho e volta para o UK com você). Ele pagou 200 Libras por este serviço.
  • Passei o horário da chegada do trem para a empresa, e o taxista (que vem do lado inglês) já estava na porta de saída da estação esperando assim que o trem chegou em Callais Ville.
  • Ele está super acostumado com esse trajeto, visto que várias pessoas que querem ir para o Reino Unido e não querem deixar seus animais nos bagageiros, são obrigados a passar pela Ferry (é uma balsa, que demora bem mais pra atravessar, e que seu cachorro fica sozinho dentro do carro, em uma parte não acessível para passageiros), ou peloEurotunnel (que transporta carros, etc.).
  • O que ele fez: Tudo foi feito conforme estas orientações e deu super certo. Enfim chegamos na terra da rainha. Ufa!

O TREM DE FOLKSTONE CENTRAL (lado Inglês do Canal da Mancha) até WATERLOO (estação dentro de Londres)

Bella London-Euston

  • Southeastern Train corta toda a parte sudeste do Reino Unido, e sai das estações de Folkstone em direção a Waterloo em um tempo de 1h40min (mais ou menos).
  • Nesse trem você não precisa colocar o ticket na entrada não foi encontrado), mas vai passar um guarda e pedir. Na verdade ele só viu os tickets junto com o cartão two together em cima da mesa e nem falou nada.
  • Nessa hora coloquei meu cachorro embaixo da mesa, e logo ele começou a chorar. Coloquei então ele em cima do banco, peguei o pote de água e coloquei perto da bolsa pra ele tomar. Pense numa draga! Tomou muita água tadinho! Eu acho que a viagem toda o fez ficar muito agoniado e ele sentiu muita mais sede que o normal. Além disto, aqueles biscoitinhos que ele ama, eu sempre dei de tempo em tempo para que ele não ficasse faminto. Mas com meu filho foi tranquilo.
  • Outra coisa é importante lembrar: mais um motivo para amarmos o UK é que aqui dentro animais andam livremente de ônibus, trem, e metrô, sem pagar NADA.

IDENTIFICAÇÃO DO ANIMAL

Eu fiz para o meu pequeno uma coleirinha com um pingente na petshop. Nesse pingente estava escrito o nome dele de um lado, e dois números de telefone com DDD do Brasil. Além disto, eu fiz outro pingente com o nome dele, e o número do meu celular aqui de Londres. Foi o que ele também fez.

CUIDADOS DURANTE O PROCESSO DA VIAGEM

  1. Não deixe seu cão com vontade de fazer necessidades.
  2. Tome cuidado para não deixar seu animal morrendo de fome, mas não dê comida demais! Ele pode ficar enjoado pelas turbulências do avião, do trem, ou do taxi.
  3. NÃO SE ESQUEÇA DE DAR ÁGUA DE TEMPO EM TEMPO! O ar condicionado do avião pode piorar o animal que já está desidratado.
  4. Mantenha a calma e sempre faça carinho, mostre que está tudo bem.

COMO FOI QUE ACONTECEU? VEJA AQUI COM MAIS DETALHES….

Bella

  • Foi feito o check-out e ficou aguardando o ônibus rosa para retornar ao aeroporto. Seguiu-se em direção ao terminal do TGV (trem) que ia para Lille Europe.
  • Saindo de Lille Europe, andou-se 10 min a pé até Lille Flandres, onde pegou-se o TER, que levou para Callais Ville.
  • Em Callais Ville o Taxi já estava esperando! Segundo relatos, o motorista Patrick, foi um gentleman! Super querido e educado, conversou bastante e deixou meu cachorro à vontade para ficar no banco do carro. Mesmo assim foi mantido ele dentro da casinha, pois não sabia se ele ficaria enjoado.
  • Patrick levou para o terminal de verificação da documentação da empresa EUROTUNNEL. Daí meus queridos, que você observa a diferença dos nossos queridos ingleses! Pela primeira vez alguém pediu o CZI, mandou passar o leitor para verificar o chip do meu cachorro, e conferiu LINHA POR LINHA do CZI. Carimbaram e menos de 5 min depois meu cachorro já estava livre! Meu cachorro tinha recebido o aval pra entrar no UK.
  • Voltou-se para o taxi em direção do eurotunnel, passou-se pela polícia francesa (que não estava nem aí) e pela polícia inglesa (que pediu para abrir a porta, perguntou o motivo da viagem, qual foi o trajeto todo do meu cachorro desde que saiu do Brasil, etc.).
  • 20 minutos embaixo do Canal da Mancha, sem sentir absolutamente nada (segundo relatos), chegou-se no Reino Unido!!
  • Patrick deixou todos na estação de Folkstone Central, onde pegou-se as passagens na bilheteria, e seguiu-se para esperar o Southeastern Trains para London Waterloo.
  • Em Waterloo, ainda tiveram que pegar outro trem e ônibus para chegar em casa, mas dai depende de onde você vai morar.
  • Pode parecer loucura, pode parecer muita coisa, mas são apenas passos que se você seguir com organização vai ficar muito tranquilo.
  • Como foi com ele: A diferença é que ele preferiu dormir uma noite num hotel próximo ao aeroporto GDV para visitar sua irmã que mora em Paris e descansarem um pouco da viagem (B&B Hôtel Paris Roissy CDG Aéroportque também, obviamente, aceita cachorros por uma taxa). Acordou bem cedo para prosseguirem a viagem rumo ao Reino Unido, conforme você
  • Tirando a ansiedade geral para chegar em Londres, ocorreu tudo tranquilamente durante toda a viagem com meu filho e seu cão – Bella. Saber de todos os prazos e processos… (muitas informações em mãos) sobre vários detalhes de como tinha que proceder até chegar á terra da Rainha contribuiu muito para o sucesso da viagem. Estão lá muito bem obrigada…

Uma dica FUNDAMENTAL – poucas malas… traga só o essencial para você! O objetivo é não ter mil malas pra carregar, além da bolsa do seu cachorro nada mais é aconselhado. Pense que você vai caminhar, subir e descer de trem, talvez subir escadas, etc.

Uma dica ESSENCIAL – a bolsa que eu recomendei tem um ganchinho pra prender na coleira do seu animal. Eu pedi pra deixar o meu preso o tempo todo, principalmente dentro do avião, trem, etc. Era a garantia que eu tinha que onde a bolsa estivesse, ele estaria. TODAVIA, ele girava muito durante a noite e durante o dia, e às vezes (não sei como) ficava entre as patinhas, por isso sempre fique olhando. Foi preso essa trava na coleira de identificação que mandei fazer colocando o nome dele e os números de telefones aqui do UK, assim ele não ficou com aquela coleira de passear lhe prendendo o tempo todo.

MAIS REFERÊNCIA DE QUEM JÁ VIAJOU COM SEUS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO TAMBÉM…

Bella dúvidas

Pesquisando aqui e acolá, achei um monte posts bem detalhadas de um pessoal que já viajou com seus bichinhos – gatos e cachorros – e que me deram informações importantíssimas na hora de me organizar (e que eu divido aqui para ver se te ajuda também!). Alguns já foram indicados nos posts anteriores.

É uma galera que tanto levou seus bichos para fora do Brasil ou que trouxe para o país, bem como depoimentos de quem viaja com eles de avião por terras brazucas também. Só vale lembrar que cada um dos blogueiros aqui relatou sua própria experiência na hora de levar seus bichanos – e que as regras mudam de país para país, e idem para algumas companhias aéreas. Então, vale a pena conferir com eles como foi o processo, mas não se esqueça de se informar os requisitos para você levar o seu bichinho!

  • Blog Colagem, da Luciana Misura: ela viajou de avião com o gatinho dela na cabine do avião, num voo interno dentro dos Estados Unidos. Ótima referência para felinos que já estão lá na terra de Obama.
  • Ducs Amsterdam, de Daniel Duclos: ele também tem dois bichanos que levou do Brasil para Amsterdam, e conta o passo a passo de como foi levar os gatinhos. Ótimo post.
  • Café com Broa:Também levou dois gatinhos para a Irlanda, que não faz parte do Reino Unido, mas cujas regras são muito parecidas para transporte de animais.
  • Uma Malla pelo Mundo, da Lucia Malla: esse é para donos de gatos nível “advanced”. J Ela levou o Catupiry, o gatinho diabético dela, da Coréia do Sul para o Brasil. Uma tensão que deu certo no final!

E você? Já levou ou está no processo de levar seu bichinho para algum outro país? Conta aqui como está sendo o processo –  e se os requisitos forem diferentes, melhor ainda: é bom para a gente trocar experiências com outros donos de animais!

Enfim, espero ter ajudado!

Fonte: https://perdidosemlondres.wordpress.com/2015/04/29/como-trazer-seu-cao-para-o-reino-unido-na-cabine-parte-3/

 

ALIMENTOS QUE FAZEM BEM PARA A TIREÓIDE.

“É a vida que a gente leva… o que se leva da vida.” Luiz Moreira.

15% da população acima de 45 anos sofre de problemas na tireoide.
Saiba como melhorar o funcionamento da tireoide.

Quando envelhecemos principalmente passamos a cuidar muito melhor da nossa alimentação. Todo cuidado conta. A Tiroide é uma das glândula que costumam sofrer alterações com o avanço da idade, é bom conhecermos alguns detalhes de como prevenir o que fazem bem.

A glândula tireoide é fundamental para liberar hormônios que garantem o funcionamento de todo o organismo. Quando algo não vai bem com ela, ou seja, quando há hipotireoidismo (produção insuficiente de hormônios) ou hipertireoidismo (produção exagerada de hormônios), desde a pele até o coração podem ser afetados.

Por isso, após os 45 anos, é preciso apostar em uma alimentação que auxilie no funcionamento da tireoide. Veja a seguir 7 alimentos que fazem bem para a tireoide, abuse deles!

ALGAS MARINHAS
alimentos tipoide algas1.jpg
São fonte riquíssima de iodo e ainda oferecem uma quantidade considerável de selênio, nutrientes fundamentais para a produção de hormônios pela tireoide. Mas não exagere no consumo, como o sal já é rico em iodo, a ingestão reforçada desse alimento deve ser feita apenas por quem apresenta deficiência desse elemento. O excesso de iodo pode levar ao hipotireoidismo, que é a baixa produção de hormônios pela tireoide. A quantidade ideal recomendada para um adulto saudável é de 150 microgramas por dia.

CASTANHA-DO-PARÁ

alimentos tiroide castanhadopara
Rica em selênio e ômega-3 a castanha-do-pará fornece nutrientes que servem de matéria-prima para a produção de hormônios pela tireoide. O ideal é consumir uma ou duas castanhas por dia.

QUINUA

alimentos tiroides quinoa. 1jpg
Por ser uma ótima fonte de proteínas vegetais, a quinua é muitas vezes comparada à soja. O alimento é rico em cálcio, ferro, fibras, magnésio, potássio e zinco. Quando o assunto é tireoide, entretanto, quem ganha destaque mesmo é o selênio. A quantidade recomendada de ingestão de quinua é de duas colheres por semana, que podem ser adicionadas à salada, ao risoto ou, no caso da versão em flocos, a frutas e shakes.

ÓLEO DE PEIXE

alimentos tiroide oleo de peixe
Assim como as algas marinhas, o óleo de peixe também é rico em iodo. Só fique atento para escolher as opções certas: salmão, sardinha e atum. O nutriente também pode ser encontrado em opções vegetais, como a chia e a linhaça. O consumo recomendado é de 120 g de peixe três vezes por semana ou duas cápsulas de 1.000 mg para suplementação por dia.

LEITE E DERIVADOS

alimentos tipoide leite e derivados
Cálcio, vitamina D, vitamina A e iodo são os principais nutrientes presentes no leite. Estes dois últimos são alguns dos principais responsáveis pelo bom funcionamento da tireoide. A quantidade diária recomendada é de três porções, podendo ser um copo de leite no período da manhã, um iogurte à tarde e duas fatias de queijo branco no fim do dia.

CARNE VERMELHA

Alimentos tiróide carne vermelha.1 jpg
A carne vermelha é fonte de zinco e selênio, importantes para a produção hormonal, afirma a especialista Daniela. Entretanto também pode se tornar uma vilã da saúde, uma vez que contém quantias consideráveis de gordura saturada, prejudicial ao organismo quando em excesso. Por isso, limite o consumo desse alimento a três bifes médios por semana.

LARANJA

alimentos tipoide laranja1
Rica em carotenoides e vitamina C, a laranja pode auxiliar no bom funcionamento da tireoide. A quantidade diária recomendada, entretanto, é pequena: uma laranja por dia. Como a fruta é altamente calórica, a ingestão deve ser controlada, lembrando que um suco contém pelo menos três unidades de laranja.

Adaptado: Minha vida

FONTE: http://www.vivernaboa.com.br

por Blog Terceira Idade Conectada 

 

TAG TOP 7.

tag top 7

“Falar sem aspas, amar sem interrogação, sonhar com reticências, viver sem ponto final”. Charles Chaplin

Oi… Tudo bem pessoal?  Ainda estou aqui em Londres… Adorando!

Fui indicada pelo o blog quaseamores.wordpress.com , para participar da TAG Top 7. Esta TAG consiste em indicar pessoas para fazer um post com o tema #Top7, onde elas têm a liberdade de escolher sobre o que querem falar (Ex: #Top7: Filmes, #Top7: Músicas, #Top7: Séries, #Top7: Blogs, #Top7 de tops…), do que vocês escolherem, o tema é livre. Adorei responder a TAG, o mais difícil foi escolher um tema rsrssr….

Então vamos lá… #Top7 dos Lugares Imperdíveis… mais lindos e agradáveis… que já conheci e recomendo rsrsrs …

Tag top 7 punta cana 1.jpg

7- PUNTA CANA.  Imagine um lugar com o mar turquesa do Caribe, areia banca, milhares de coqueiros, sol o ano todo e luxuosos complexos hoteleiros (mais de 30 resorts) com tudo incluído: esse lugar é Punta Cana… um paraíso no mar do Caribe... é o mais importante centro turístico da República Dominicana. É um destino mais bucólico, voltado para quem prefere aproveitar dias relaxando na frente da praia e curtindo todo o conforto de um resort… assim que eu fiz e amei!  Se desejar entrar em contato com a natureza, mergulhe com os golfinhos em um cenário paradisíaco e inesquecível. Com certeza aqui é um paraíso perfeito para o seu descanso.

6- MADRI.  É o coração da Espanha. Uma cidade apaixonante, com centenas de espetáculos teatrais, ópera, milhares de bares e uma vida noturna incrível… uma cidade viva e intensa… e cheia de histórias.  Com muito sol, vida pulsando 24 horas, comida boa e arte: assim é Madri, a capital da Espanha! . Aiii Madri, quem conhece se apaixona!

Tag top 7 madri 1

5- RIO DE JANEIRO. É a cidade brasileira mais conhecida no exterior, tem a fama de possuir um povo alegre, ávido por sol, praia, futebol e samba…. e história. O Rio é a cara do Brasil; concentra em si tudo que uma cidade do mais alto padrão pode oferecer: muitos restaurantes, peças teatrais, passeios históricos, opções para a noite, caminhada ao ar livre, é também sede de grandes empresas. É  a segunda maior metrópole do país, e é claro, tem praias deslumbrantes uma beleza natural espetacular. Só tem um problema velho conhecida nossa… a falta de segurança.

tag top 7 rio

4- NOVA IORQUE. É impressionante por diversos motivos…cosmopolita, moderna e ao mesmo tempo clássica, dinâmica e culta, assim é Nova York. É a cidade mais populosa dos Estados Unidos. Um lugar onde ao lado de arranha-céus, vivem parques extremamente arborizados. Ideal para quem gosta de programas culturais, de musicais, de atividades ao ar livre, paisagens urbanas ou de panos de fundo encantadores – Nova York é um lugar versátil, para visitar e revisitar várias vezes.

Tag top 7 new york 1

3- PORTO (PORTUGAL).  A cidade do Porto é sinónimo de boa comida, de gente simpática e solidária, de uma beleza e genuinidade que não se encontra em muitas cidades europeias. E quem passa por aqui, acaba quase sempre por voltar…é  apaixonante, logo à primeira vista! Uma Mini Veneza portuguesa eu diria rsrs. Amei!

Portugal Porto 2.jpg

2- LONDRES. É uma das mais notáveis e excitantes cidades do mundo! Pode ser romântica, alternativa, antiga, moderna, boêmia, consumista, artítica, fashion, esportista ou careta… Sempre tem alguma coisa diferente para oferecer, surpreendendo o viajante a cada esquina com seu passado histórico e presente vibrante.  Uma cidade onde há história e arte para onde quer que olhe… uma vida cultural agitada e cosmopolita com gente interessantíssima, oportunidades de estudar, trabalhar, crescer e aprender, certamente Londres é um lugar mágico. Onde estou agora e recomendo muito.

londres inglaterra-londres

1- PARIS.   É romântica, emocionante, histórica… Paris  vibrante, chique elegante! Uh la lá…  Tudo o que contam sobre Paris é verdade… e muito mais… você nunca se arrependerá de conhecer e retornar várias vezes em Paris. Descobrirá sempre coisas novas. Poucos lugares do planeta marcam um antes e um depois tão claro na vida de quem a visita… Estarei lá em breve setembro) no meu niver… Bon voyage então.

tag top 7 paris.jpg

Indico esses blogs abaixo para participarem:

  1. Rolf do blog https://rolfcruz.wordpress.com/
  2. Patricia do blog https://camporeja.wordpress.com/
  3. Gil do blog https://casuismo.wordpress.com/
  4. André do blog https://andrehotter.com/
  5. Bethânia do blog https://umtempofora.com/
  6. Anísio do blog https://anisionogueira.wordpress.com/
  7. Jaqueline do blog https://jaquelineborgesblog.wordpress.com/

Adorei…  até a próxima, beijos!

 

COMO TRAZER SEU CÃO PARA O REINO UNIDO NA CABINE PARTE 2 – CAIXA DE TRANSPORTE E CIA AÉREA – VIAGEM AÉREA.

Bella caixa

DURANTE

 “Quanto mais conheço os homens, mais estimo os animais”. Alexandre Herculano

Post dividido em 3 partes para facilitar a leitura, Enjoy!           Fonte – leia – https://perdidosemlondres.wordpress.com/2015/04/29/como-trazer-seu-cao-para-o-reino-unido-na-cabine-parte-2/

CAIXA DE TRANSPORTE

  • Bem, ele veio com a TAM. Além de ser conhecida como uma cia área que perde animais (que vão no bagageiro) o tempo todo rsrsrs, ela exige um tamanho minúsculo para a caixa transportadora. Para a TAM a caixa flexível que vai na cabine precisa ter: 36cm de comprimento x 33cm de largura x 23cm de altura.
  • A TAM também recomenda uma caixa rígida para a cabine, porém eu nem vou passar o tamanho, porque não recomendo! Você precisa encaixar seu cão num espaço minúsculo na frente dos seus pés. Todavia, se for no porão, a caixa deve ser rígida e segura (certifique-se que o animal não vai conseguir abrir a porta, passe várias cordas!)
  • Preste muita atenção nas recomendações da cia aérea, pois o animal precisa estar confortável e precisa conseguir ficar se movimentando dentro da caixinha. Além disto, a caixa transportadora PRECISA TER FURO (muitos! Por favor!) para caso você tenha que fechar, o animal respire normalmente.
  • Disparado essa foi a parte que mais demorou – a escolha da caixa transportadora. Como a TAM tem essa exigência de caixas minúsculas, eu teve que achar uma que tivesse uma expansão, pra eu poder abrir durante o voo e aumentar o tamanho. Até que uma luz veio do céu e achei!ONE FOR PETS!
  • Compramos pela Amazon (cliqueaqui – link direto) a bolsa grande (large) com o tamanho de 48.2 cm x 29,2 cm x 29,2 cm (sim, é maior do exigido pela TAM), mas isso é olhando por cima. A parte de baixo dela é maior. E o melhor: ao abrir o zíper e expandir, o comprimento dela aumenta para 58,4 cm! Essa bolsa também tem um espaço de segurança para encaixar na sua mala, então é uma ótima opção para andar com a mala e seu animal em segurança.

A ESCOLHA DA CIA AÉREA E A RESERVA DA PASSAGEM DO SEU ANIMAL

Bella certificado-zoosanitario-internacional

  • Se você for levar seu animal no bagageiro, por favor, estude muito bem qual a cia levar. Existem tantas tragédias de animais fugindo da caixa (porque abriu a portinha) e/ou a cia aérea perde o animal, então estude uma que cuidará bem do seu animalzinho.
  • Antes de comprar a sua passagem na cabine, certifique-se que veterinário poderá realizar o atestado de saúde no período necessário, que o VIGIAGRO estará aberta, e que a cia aérea terá espaço para seu animal no avião (dependendo da cia, é permitido no máximo 3 animais, sendo que não podem ser de espécies diferentes – cão, gato,etc.).
  • A TAM, que foi a cia área que usamos, aceita cães na cabine para a França com no máximo 7 kg (cachorro + caixa de transporte).
  • Se for voar com a TAM, compre a passagem pelo telefone- Call Center. Esse é o único jeito você consegue certificar-se que no voo que você vai comprar tem lugar disponível para o seu animal ir com você na cabine.
  • Ligando pra TAM (Call Center) você vai pagar sua passagem e reservar uma vaga do seu cachorro na cabine. O pagamento do seu cachorro só será realizado no dia do check-in, pois eles precisam pesar o cachorro e confirmar se a caixa está no tamanho correto. Reserve tudo pelo Call Center com bastante antecedência. Foi o que ele fez.
  • Atenção! Alguns aviões não permitem animal, que é o caso do avião BOING 767.
  • Atenção! Os voos doméstico e internacional DEVEM ocorrer no mesmo dia! (Não sei porque)
  • Chegue ao aeroporto com 3 horas de antecedência.

A VIAGEM AÉREA

Bella caixa transporte

  • No dia que antecedeu a viagem: foi comprado algumas coisinhas para por numa bolsa para levar DENTRO DA CABINE. Nela tinha:1) o tapete de fralda para colocar no fundo da bolsa e para servir de apoio para a água e comida nos hotéis; 2) biscoito que ele é viciado para dar um pouco durante o voo (se precisar acalmar); 3) 2 potes plásticos para água e comida; 4) saco pequeno da ração que ele já está acostumado (reserva); 5) sacos para recolher as necessidades dele; 6) lenços umedecidos (esses de bebê) para limpar as mãos durante o voo ou limpar ele ou algo que necessitasse; 7) um conta gotas para dar água, para molhar a boca dele durante o voo (só foi feito duas vezes, quando observou-se que o nariz estava muito seco); 8) plasil e remédio para diarreia (a veterinária que recomendou os dois, pois alguns cães quando estão muito nervosos podem ter disfunção intestinal), mas não precisei dar; 9) cobertor, toalha, e uma roupa.
  • Chegando ao aeroporto com 3 horas de antecedência, o atendente da TAM não olhou para a caixa de transporte (essa parte quando me contaram fiquei nervosa, pois eu achei que o atendente já iria estar com uma fita métrica) e a própria pessoa que o levou que acabou pesando (7,2 kg! Mas eles nem ligaram).Foi retirada a parte do fundo da bolsa (uma parte dura que é removível), para diminuir o peso, mas foi colocado logo após a pesagem.
  • Além disto, o atendente nem sabia direito quais os documentos deveria conferir e eu logo foi dado o CZI e a carteira de vacinação. Ele NEM OLHOU O CZI, só olhou a carteirinha. Foi deixado a parte de cima da bolsa aberta, para fazer carinho nele, e para ventilar melhor. Surpreendemente ele ficou dormindo o voo todo.
  • A bolsa de transporte que comprei tem uma parte funda dura peluciada, foi por cima dela que colocou-se o tapete de fralda, e por cima do tapete foi colocada a toalha. Durante o voo, adicionou o cobertor e ele ficou bem quentinho. Foi medida a necessidade do cobertor pelo frio da pessoa, na verdade.
  • Não se esqueça de ter um cobertor e uma roupinha á mão, pois sempre fica muito frio dentro da cabine.
  • Os tapetes higiênicos é para colocar no fundo da caixa. Isso evitará que o cachorro se sinta desconfortável caso urine, e evita cheiros no interior da cabine.
  • Não é permitido comida, mas você pode pôr uma almofadinha para eles e alguns brinquedinhos que eles gostem – trazem um cheiro familiar para eles.
  • Assim que entrou no avião (um Boing 777) foi avisado à aeromoça sobre a presença dele, e ela meio exigente já disse para deixar a bolsa toda fechada, inclusive à janela de cima!! Obviamente que para o bem-estar do meu animal, ela foi ignorada. Durante o voo ele dormiu o tempo todo.
  • Na chegada ao CDG (Aeroporto de Paris), passou-se pela Polícia para mostrar os passaportes e não se falou nada do meu animal. Ele ficou dentro da casinha fechada, enquanto a policial carimbava os passaportes. Logo depois da Polícia, você vai pegar suas malas, e é na saída que você vai encontrar o policial francês que vai pedir os documentos do animal. Detalhe: o policial perguntou “ele foi vacinado contra raiva?” e foi dito “sim”. “ok, pode ir”. Novamente, não foi mostrado o CZI e nem nada pra ninguém.

Blogs que li antes do processo de preparação psicológica:

  • Brasil na Terra da Rainha,da Tina Suzuki: ela também já levou seu bichinho para terras inglesas e, além de fazer uma série de posts contando o processo, ainda dividiu com a gente uma dica boa da caixa de transporte – olha aqui!
  • Starving,da Mandy e da Gabi: a Mandy trouxe seu cachorrinho dos Estados Unidos para o Brasil e detalhou direitinho aqui.
  • Blog Inquietos, da Priscila e do Vinícius: A Pri tem dois cachorrinhos fofíssimos e fez esse post mega explicativo para quem viaja com animais dentro do Brasil.
  • Ela é Americana, da Liana: a Liana levou seu cachorrinho direto de um Recife ensolarado para a Suíça e conta como foi todo o processo.

Enfim, espero ter ajudado! Corre lá para a Parte 3 pra continuar a acompanhar e receber mais dicas!

Fonte: https://perdidosemlondres.wordpress.com/2015/04/29/como-trazer-seu-cao-para-o-reino-unido-na-cabine-parte-2/

SONHOS: O QUE VOCÊ QUER SER QUANDO CRESCER? COMO QUER ENVELHECER?

desapego em movimento

“Tudo é loucura ou sonho no começo. Nada do que o homem fez no mundo teve inicio de outra maneira, mas já tantos sonhos se realizaram que não temos o direito de duvidar de nenhum.” Monteiro Lobato.

Você tem sonhado com o quê? Quais os seus planos para chegar lá? Quais os seus Valores? Quem é o responsável pelo seu destino?

Constantemente buscamos estas respostas. A busca de si mesmo, pelo sucesso e as respostas sobre o nosso futuro são tão incertas quanto nossas metas para chegar lá. Saber estas respostas é só o começo para uma vida mais feliz.

Deivison Pedroza nos convida neste vídeo a refletir sobre várias questões e a dar o primeiro passo…  Como uma pessoa otimista com a vida e estimulado por novos desafios… foi conquistando seu espaço aos poucos:  EXPERIMENTANDO, FAZENDO, APRENDENDO!… Vem desde então conquistando seus próprios sonhos, desenhando seus próprios MOTIVOS para uma vida digna. Considero este um excelente vídeo assista:

E você…  quer responder a esta simples pergunta: O QUE VOCÊ QUER SER QUANDO CRESCER? COMO QUER ENVELHECER?

Espero que gostem.