Ah! O AMOR…

“Se um dia o silêncio tentar vos calar, saiba que o amor nos dará palavras… algo para agir”. Aristides Wanderley

Oi…

Tem certas coisas que são impossíveis de explicar. Amor é uma delas!

Simplesmente ele acontece…  Existem alguns imagináveis… este é um deles… tão puro e singelo. Vejam…

Trata-se de uma belíssima animação da Malásia, que conta a comovente história de uma idosa que vive sozinha em sua casa, até a chegada de uma encomenda curiosa: um pequeno robô para ser seu amigo eletrônico.
Um vídeo para refletir não apenas sobre o poder da amizade, mas da simbologia universal da bateria como representação desta força vital… da energia que nos mantém vivos, nos faz movermo-nos, viver e renovar a esperança na vida, no trabalho, na amizade, no amor e tudo mais…

Espero que gostem, beijos…

DESAPEGAR (DE TUDO) É PRECISO!

“A vida é feita de escolhas. Quando você dá um passo à frente, inevitavelmente alguma coisa fica para trás…”    Caio Fernando Abreu

desapego 2

A primeira e mais difícil decisão já foi tomada, seja por sua parte, ou seja, por parte dele… ou de ambos, como no meu caso: o término… a separação. Um grande alívio! Agora é a hora de “desapegar” e começar uma nova vida. Para meus filhos e somente em respeito á eles, quis deixar uma caixa com todas as fotos e o meu diário de memórias… é muito importante já que eles também foram parte de uma história que termina na qual foi de onde eles nasceram… é a história deles também e poderão querer revisitar mais tarde… Só então fechei meu livro e segui em frente… sem nunca mais olhar para traz.

desapegar 4

Desapegar é necessário sim. Não me refiro ao “desapego” pela pessoa, mas sim pelas lembranças e memórias, o que é bem mais complicado. É difícil passar por determinados lugares e não se lembrar da pessoa ou de algum momento engraçado que ali foi vivido ou mesmo, apenas um caminho rotineiro de vocês. Isso é natural no início, mas aos poucos estas lembranças vão se espaçando e o melhor vão deixando de existir. Tudo passa!

desapego em movimento

Para quem morava junto, acho que o primeiro passo seria se mudar. Parece radical, mas é a forma mais eficaz de eliminar de vez um lugar que lhe trará toda hora alguma lembrança. Para quem não tem condições de fazer isso, a solução seria uma “repaginada no visual” da casa. Mudei meus móveis de lugar, pintei com uma nova cor todos os cômodos da casa e mesmo com um orçamento apertado, comprei novos enfeites e alguns novos quadros. Terminar o que esperava para ser feito á anos foi o que me deu maior prazer, junto com meu filhos conseguimos.  Como uma boa virginiana sempre fui uma pessoa que termina tudo que começa á fazer. Não deixo nunca nada mal feito ou sem terminar. É impressionante perceber como estas pequenas mudanças de um modo geral, foram capazes de modificar completamente o visual e a energia de todo o lugar… e isso nos fortalece mais.

doar mudança3

Outra boa solução é dar fim aos presentes e objetos da pessoa. Você deu um prazo para ele buscar os pertences dele. Se em até dois meses ele não pegou é porque não faz falta para ele né. Então doe! Com certeza terá muita gente que achará utilidades para esses objetos esquecidos. Mas caso você esteja precisando de uma verba extra para a reforma  da casa, conforme sugerimos acima, super recomendo o site Enjoei. Venda!

casa Simpatia-para-comprar-casa-1

Agora que você já está de casa repaginada com novas energias e se livrou dos cacarecos do outro, vem o restabelecimento da sua vida social.

Restabeleça contatos com seus velhos amigos… faça novos cursos… inicie uma atividade diferente… visite museus… vá á shows e ao teatro… cultive Hobbies… viaje… viaje mais… enfim conheça novas pessoas…

Esta é a melhor parte de tudo, voltamos a descobrir muitas coisas novas e vivemos em paz e mais felizes…  Vivemos com mais qualidade e intensidade. Viver é sim maravilhoso!

desapego voar

Sua cidade é muito grande e bacana e com certeza tem milhares de lugares ótimos para se conhecer. Procure na internet… veja dicas com seus amigos… ou nas revistas… quais são os melhores lugares atuais que você ainda não conhece e vá visitar. Você não precisa continuar frequentando os mesmos lugares de antes, só para ter a certeza que quando você menos esperar, topará com o ex por lá. Desnecessário, né?! Liberdade é muito bom.

desapego  11

Então agora é a hora de vestir sua camiseta de aventureira e descobrir uma nova cidade dentro da sua própria cidade. Além de mudar o habitat, essa atitude é uma boa alternativa para conhecer pessoas fora do seu atual ciclos de amigos e assim expandir seus contatos e as chances de conhecer um novo prospect.

desapego amor

O meu maior encantamento foi (re) descobrir tudo o que me dava prazer… passar por uma infinidade de novas experiências divertidíssimas e que aos poucos foram me transformando… Descobri-me então uma nova mulher.

E vocês, o que sugerem de dicas para a gente acrescentar aqui nessa listinha pró-desapego? Compartilhe conosco…

Texto  baseado nesta fonte:  http://regandoplantinhas.com.br/2015/11/09/desapegar-de-tudo-e-preciso/ …. e acrescido de coisas minhas…

Viagra feminino promete ser lançado a partir de outubro nos EUA. E no Brasil?

addyi.6

“Prolongar a juventude é desejo de todos, desfrutar de uma velhice sadia é sabedoria de poucos”.     Autor desconhecido 

Aguardado com ansiedade chega aos EUA o Addyi que seria o “Viagra feminino”. É o primeiro remédio do mercado para aumentar a libido das mulheres que acaba de ser aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), a Anvisa americana. A indicação é para mulheres com transtorno de desejo sexual hipoativo e promete aumentar prazer sexual das mulheres. Deve chegar em breve ao Brasil.

Concordo com Leah Millheiser, da Universidade de Stanford quando fala que “A aprovação desse medicamento abre a porta para o desenvolvimento de outros produtos, para outras opções de tratamento. Isso abre a discussão entre a mulher e o clínico sobre o desejo sexual dela e dá um sinal às farmacêuticas de que elas devem continuar desenvolvendo mais drogas como essa no futuro”. Que bom que esta chegando a nossa vez.  Recomendo ler este artigo:

Só agora, 17 anos depois do surgimento do Viagra, em 1998, remédio destinado a combater a disfunção da ereção masculina a partir dos 40 anos, começará a ser comercializado nos Estados Unidos o Addyi, primeiro medicamento contra o distúrbio de desejo sexual nas mulheres na pré-menopausa. O lançamento está previsto para o dia 17 desse mês.

A compra do medicamento, cujo preço ainda não foi divulgado, só poderá ser realizada com apresentação obrigatória de uma receita médica. O laboratório americano Sprout Pharmaceutics, que desenvolveu o medicamento, ainda não tem data prevista para o seu lançamento no Brasil. Acredito, porém, não demorará tanto, já que no caso da comercialização do Viagra, há quase duas décadas, o remédio chegou às farmácias americanas em abril de 1998; e aqui, em junho do mesmo ano.

addyi.1

Ainda desconhecido

Há divergências sobre as razões da perda ou diminuição da libido – Desejo Sexual Hipoativo – nas mulheres na pré-menopausa. Muitos sexólogos acreditam que oscilações no desejo sexual são normais, principalmente entre mulheres a partir da meia idade. Já outros especialistas defendem que a falta de desejo é um distúrbio que resulta do desequilíbrio de algumas substâncias químicas do cérebro e que, assim, pode ser tratado com medicamentos específicos. O Addyi vai ao encontro dessa tese.

A Sidelnafila, princípio ativo do Viagra, atua aumentando e estimulando a circulação sanguínea no pênis, proporcionando uma ereção suficiente e que se mantém necessária a uma relação sexual plena. Ele deve ser tomado cerca de uma hora antes do início de uma relação sexual. A Disfunção Erétil é um problema mecânico peniano, razão do uso pontual do medicamento.

Quanto à Flibanserin, princípio ativo não-hormonal do Addyi – nome comercial do medicamento nos Estados Unidos – o chamado “Viagra feminino”, atua nos neurotransmissores (serotonina) do cérebro para tratar a perda do interesse sexual, mas o mecanismo pelo qual melhora o desejo sexual feminino não é atualmente conhecido.

addyi.2

Tomar continuamente

Contrariamente ao Viagra – que tem uma ação local no pênis e que, assim, deve ser usado antes da relação sexual e cujo efeito dura algumas horas -, o Addyi, que age no Sistema Nervoso Central, deve ser tomado continuamente, um comprimido de 100mg, uma vez por dia, ao deitar (para ajudar a diminuir os efeitos colaterais). O efeito pleno do medicamento, ou seja, o retorno ou aumento da libido pode demorar algumas semanas para ser completamente alcançado.

O uso do medicamento deve ser interrompido após oito semanas, se não houver melhora do desejo sexual e da ansiedade associada a ele. O Desejo Sexual Hipoativo é um problema psíquico, razão da necessidade do uso constante do medicamento.

O Addyi obteve há menos de dois meses – 18 de agosto – o aval final da Food and Drug Administration (FDA), o respeitado órgão americano que regula e controla medicamentos e alimentos para iniciar a sua comercialização. O medicamento foi liberado após a análise dos resultados dos ensaios terapêuticos com cerca de 2400 mulheres na pré-menopausa com Desejo Sexual Hipoativo. Foi demonstrado um real benefício – aumento no desejo sexual – nas mulheres que tomaram o medicamento em comparação com as que tomaram o placebo (substância neutra, sem efeitos farmacológicos, administrada no lugar do medicamento que está sendo testado).

Efeitos colaterais

addyi.5

Como todo e qualquer medicamento, o Addyi apresenta efeitos colaterais. Os principais são hipotensão (baixa da pressão arterial) e síncope (desmaios), cuja gravidade pode ser muito aumentada pelo uso de álcool. Assim, por causa dessa potencialmente séria interação com álcool, o uso de Addyi é contra- indicado com a ingestão de álcool. O seu uso é também contra- indicado para as mulheres que usam anticoncepcionais.

Apesar do preço inicial muito provavelmente alto, quando chegar ao Brasil, e dos efeitos colaterais, comuns, aliás, a todos os medicamentos, é motivo de comemoração, mesmo depois de 17 anos, que o “Viagra feminino” esteja chegando em breve ao país.”

*Márcio de Sá é médico clínico formado pela UFMG, especialista em Medicina Preventiva. 

fonte: http://www.50emais.com.br/saude/viagra-feminino-sera-lancado-em-poucos-dias-nos-eua-e-no-brasil/