QUAL A MINHA OBRA?

mario sergio cortella 1

Assistindo as palestras de Mario Sergio Cortella, sempre fico impactada pela profundidade das questões que ele traz para nossa reflexão, nesta palestra começa provocando quando pergunta:

“… Quando é que eu e você deixamos de viver? E continua….

“… Qual é a tua obra?”

Sugiro que assistam a esse vídeo de Mário Sérgio Cortella – “Se você não existisse, que falta faria?”.

Aqui descrevo uma parte desta palestra de Cortella, com perguntas que não querem nos calar… Fala: “… no livro do Apocalipse, capítulo 3, está escrito: “Porque não és nem quente nem frio, ei de vomitar-te”. – Deus vomitará os mornos!

– Conhece gente “morna”? Gente que é mais ou menos, que não cheira e nem fede, morna no trabalho, morna na comunidade, gente que não tem compromisso, mais ou menos, mais ou menos compromissada, mais ou menos profissional, mais ou menos amigo, mais ou menos religioso, gente morna…

mario-sergio-cortella 3

“A vida é muito curta pra ser pequena” (Benjamin Disraeli). Já basta que ela curta seja, para que consiga apequená-la de algum modo, acrescenta…

– “E quando é que eu e você … apequenamos a vida? ”.

Isso tudo me dá muito que pensar!

Continua questionando “… Quando temos uma vida pequena, banal, fútil inútil, superficial… eu, Cortella, no dia que eu me for… eu vou querer “ficar”, e só tem um jeito de ficar: se eu fizer falta… e aqui repito a pergunta:

Se você não existisse, que falta faria?

O único jeito de não ser esquecido é se fizer falta, e para isso você precisa se tornar importante, não confunda importante com famoso, “uma enfermeira tirando as escaras de um doente de UTI, que nem sabe que está sendo cuidado, é absolutamente importante… e a importância você constrói onde se está… na família, no trabalho… quando uma pessoa te “importa” do verbo importar, para dentro dela”.

Refletindo sobre tudo isso, mais uma vez me deparo com a busca em fazer o meu melhor, deixar de ser “fubá”, morna, e responder à pergunta acima de forma honesta:

Se eu morresse hoje, que falta eu faria?

Eu faria falta!… e você?”.

mario-sergio-cortella 2

Chama a nossa atenção que “… esta é uma pergunta que, mesmo inconscientemente, passa pela nossa cabeça todos os dias. Afinal, somos o único animal dotado da consciência da morte, ou seja, todos os animais morrem, mas somente o homem sabe que vai morrer.

Buscando responder a esta pergunta, vivemos sonhando e construindo uma visão do nosso futuro, e é esta visão que nos move para fazer o que fazemos todos os dias. Essas visões partem dos objetivos e promessas que fazemos para nos aproximarmos mais desse futuro…

Uma coisa que aprendi na vida (e que tenho tentado passar em meus cursos e palestras) é que, para ter sucesso… precisamos entender três variáveis que tem alto impacto nos resultados de nossos trabalhos. São elas:

  • A nossa competência para a tarefa que nos propomos a fazer;
  • A visibilidade do resultado do nosso trabalho;
  • O amor que aplicamos na tarefa que desempenhamos.

No fundo, o nosso sucesso está ligado à “diferença que fazemos na vida das outras pessoas”. Existem os que fazem diferença positivamente, os que não fazem a menor diferença e os que fazem a diferença negativamente.

Portanto, a sustentabilidade da sua vida profissional é diretamente proporcional às repostas que as pessoas dão a uma simples pergunta (título do novo livro de Mário Sérgio Cortella: “Se você não existisse, que falta faria?”).

mario sergio cortella 4

Pense nisso!

A provocação maior vem no final pergunta: “E o que estamos fazendo nesse período entre nosso nascimento e a nossa futura e certa morte?”.

Sim, qual é a sua “obra”… a que esta estamos construindo?

Á partir destas reflexões devemos pensar em: “QUAL É A MINHA OBRA”…  é aqui onde devemos saber definir bem o que é “essencial” e o que “fundamental “na vida.

Finaliza com uma frase:

“O mundo que vamos deixar para nossos filhos depende dos filhos que estamos deixando nesse mundo.”.

E você já pensou…     QUAL É A SUA OBRA?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s