REUNIÕES PORTAS ABERTAS.

As Reuniões Portas Abertas foram criadas para você conhecer mais sobre os objetivos do Grupo Mulheres do Brasil e também sobre os Comitês, nos quais poderão se engajar.

Fui nesta semana (6/02/2020 no horário das 14:30 ás 17:00 horas) na primeira reunião do ano deste grupo. Foi realizada na Casa Mulheres do Brasil: Rua Doutor Tomás Carvalhal, 681 – Paraíso – São Paulo.

Conheci vários comitês e o andamento de seus projetos, todos muito interessantes e cheio de propostas muito boas… me apaixonei por vários. Vou escolher os que mais me identifiquei pra fazer parte deles, foram eles:

Conexão Bairros e Comunidades, Expansão, Comunicação, Jurídico, Vozes, Saúde, Políticas Públicas, Meninas do Brasil, Inserção de Refugiados, Inclusão da pessoa com deficiência, 60+, Igualdade Racial, Empreendedorismo, Educação, Cultura, Combate à Violencia Contra a Mulher, 80 em 8.

Conheci também alguns expositores que estavam na casa. Seus trabalhos são executados com muito primor e uma dose extra de amor.

Um deles foi o Saberes no Pano. org (#saberesnopano.org) que fazem livrinhos de pano super criativos para as crianças. Amei!

Os Livros de pano do Movimento de Mulheres do Jardim Comercial, são reconhecidos nacional e premiado internacionalmente. Resgatam também muitas brincadeiras da nossa infância. “Nossa vida se torna mais bela quando aprendemos a conviver com as diferenças…”

Outro foram as que faziam as pequenas bonequinhas Abayomi, que tem uma linda história. Feitas pelos refogados.

Para acalentar seus filhos durante as terríveis viagens a bordo dos tumbeiros – navio de pequeno porte que realizava o transporte de escravos entre África e Brasil – as mães africanas rasgavam retalhos de suas saias e a partir deles criavam pequenas bonecas, feitas de tranças ou nós, que serviam como amuleto de proteção. As bonecas, símbolo de resistência, ficaram conhecidas como Abayomi, termo que significa ‘Encontro precioso’, em Iorubá, uma das maiores etnias do continente africano cuja população habita parte da Nigéria, Benin, Togo e Costa do Marfim. Sem costura alguma (apenas nós ou tranças), as bonecas não possuem demarcação de olho, nariz nem boca, isso para favorecer o reconhecimento das múltiplas etnias africanas.

O Instituto Amor em Mechas andam transformando vidas, são um grupo que fazem perucas e ajeitam lenços para a cabelo oferecendo para as mulheres. Tem como objetivo contribuir para que mais e mais mulheres em tratamento quimioterápico ou que convivem com a alopecia, continuem a receber as perucas gratuitamente, mantendo sua autoestima elevada.

#movimentodemulheres #livrinhosdepano #historiasinfantis

#portasabertas #grupomulheresdobrasil

#abayomi

#refugiados@grupomulheresdobrasil #refugiados

MULHER MADURA!

Porque eu sou assim mesmo, um pouco disto… um pouco daquilo… junta tudo e dá nisso… como Martha Medeiros descreve:

… eu minto, confesso
me faço de boba, verdade
escondo a idade, me calo,
me sinto tão mal, um inferno
represento um papel, principal
sou mesmo uma atriz, infeliz
quem diz que eu não quero, eu consigo
viver por um triz, enlouqueço
te esqueço e te mato, te amo
atrás de um muro, qualquer
outro dia amanheço, de novo
e falo bobagens, pudera
não sou tão sensata, avisei
sem nada de mais, me despeço..

By Martha Medeiros

COMEÇANDO A PRATICAR O TAI CHI CHUAN… BORA VIR COMIGO!

Hoje começo a praticar o Tai Chi Chuan… (#taichichuan) tenho namorado já por algum tempo está #artemarcialchinesa, mas como tenho viajado demais fui prorrogando… prorrogando, mas meu médico e meu filho, me deram um ultimato! Começando já!

Agora com uma academia na esquina de casa, me animei, não dá pra empurrar com a barriga por mais tempo. Além de ser uma ótima Academia, de referência em São Paulo e aqui no Morumbi, juntei o útil ao agradável. Super recomendo vocês conhecerem a academia e a fazer uma aula experimental gratuita pra conhecerem melhor esta arte marcial e se identificando, fazendo a inscrição lá na Academia. Vamos lá. Escolhi fazer (#krdojoacademia) aqui http://krdojoacademia.com.br/

Um pouco mais sobre esta arte marcial: Taiji Quan ou Tai chi chuan (tai chi chuã) – Tai Chi Chuan é uma arte marcial chinesa, baseada em suaves movimentos circulares que trabalha #corpo, #mente e #espírito.

Além de ser uma #defesapessoal e um treinamento físico completo, é um caminho de busca do #equilíbrio entre o #bemestar #emocional.

Esta arte marcial é caracterizada pela #suavidade, ritmo calmo e #flexibilidade das posturas e movimentos e é utilizada como uma forma de #meditação em movimento.

O Tai Chi Chuan atuando tanto no corpo quanto na mente, com esta prática propõe alcançar o equilíbrio envolvendo todas as partes do corpo: músculos, pulmões, cérebro, coração, respiração e movimentos do corpo. Parece se encaixar em tudo que gosto e preciso rsrsrs.

Seus benefícios:

1. Rejuvenescimento: Tai Chi quando comparando com o caminhada rápida (sobre a #longevidade e a saúde), parece ser uma escolha mais fácil e mais conveniente como exercício de #antienvelhecimento.

2. Acalmar e combater o #estresse: Pode ser praticado como uma meditação em movimento. Os gestos lentos e circulares têm um efeito benéfico no sistema nervoso, #relaxando e reduzindo a tensão.

3. Reduz o nível de açúcar no sangue: O Tai Chi Chuan contribui para baixar o açúcar no sangue e pode beneficiar que tem #diabetestipo2.

4. Abaixa a #pressãoarterial e diminui o #colesterol: O Tai Chi Chuan reduz a pressão alta e o colesterol, através de seus movimentos.

5. Faz bem ao #coração: O Tai Chi Chuan, é benéfico para pessoas com problemas de insuficiência cardíaca.

6. Melhora a #qualidadedosono: Em estudos realizados recentemente mostram que quem pratica teve como resultado e uma melhorara significativa na #qualidadedevida e no aumento da duração do sono.

7. Antidepressivo natural: Confirme os estudos demonstram Tai Chi pode ajudar a melhorar o estado emocional e #psicológico das pessoas.

8. Beneficios para o #celebro e #concentração: Estudos descobriram que aqueles que praticaram esta arte três vezes por semana, durante 40 semanas, apresentaram #melhoriasnocérebro havendo inclusive um aumento no seu volume, que à medida que envelhecemos diminui. O Tai Chi Chuan melhora funções do cérebro como o nível de atenção e concentração, pois estas são necessárias para a realização dos movimentos dessa prática.

9. Faz bem para as articulações: Um estudo realizado no Tufts Medical Center demonstrou que adultos acometidos por #osteoartrite nos joelhos, que praticaram o Tai Chi Chuan duas vezes por semana, apresentaram uma melhoria real em aspectos como dor e função articular.

10. Recuperação após um acidente #vascularcerebral: Eu precisava de que, para começar além da vontade e da minha organização pessoal? Tratei de fazer isto logo no início do ano.

Para aprender a prática do Tai Chi Chuan precisava estar também mais centrada, estável, equilibrada e relaxada, pois estas são as capacidades que com o tempo vão aumentando de quem faz os movimentos desta arte milenar chinesa. Foi o que aconteceu comigo logo depois do período das festas e férias de verão.

Com tantos #benefícios, estou começando agora… e quem sabe você começa também!

Deu pra animar? Bora começar comigo.

CORONAVÍRUS… DOENÇA SUPERCONTAGIOSA.

.

Surge mais uma grande perturbação para o nosso mundo atual, em meio a tantas outras… o temido coronavírus, originário da China e já com casos suspeitos no Brasil.

Mais de 9 milhões de pessoas ainda estão em Wuhan, cidade que é o epicentro do surto da doença e está isolada há uma semana pelas autoridades chinesas (ninguém sai/ninguém entra) como medida para tentar conter a expansão do vírus para o restante do país.

A maior parte dos novos casos e das mortes foi registrada na província de Hubei, cuja a capital é Wuhan. Só na cidade, a Comissão Nacional de Saúde detectou 356 novos casos e confirmou a morte de mais 25 vítimas da doença.

Além da China, outros 17 países nos quatro continentes já registraram casos confirmados de infecção por coronavírus.

Confira o resumo até a manhã desta quinta-feira (30)

• 170 mortes na China – a maior parte na província de Hubei, onde fica Wuhan, cidade epicentro da doença

• Nenhuma morte fora da China

• 8.149 casos suspeitos na China

• 80 casos suspeitos em outros 18 países

• Rússia fecha fronteira com China para frear transmissão

• 9 casos suspeitos no Brasil; nenhum confirmado

• Transmissão entre humanos está confirmada

• Taxa de mortalidade é de 2%; na Sars, era de 10%

No Brasil, o Ministério da Saúde confirmou nesta terça-feira (28/01) que investiga os três primeiros casos de suspeita de coronavírus no país. Pessoas mais velhas e gente com problemas respiratórios estão entre o grupo de mais vulneráveis a esse novo vírus.

Leia o artigo do jornal O Globo:

Para especialistas, o coronavírus deve mesmo chegar ao Brasil. E, quando isso ocorrer, o alerta será, principalmente, para idosos, portadores de doenças pulmonares crônicas e outros grupos mais vulneráveis, como pessoas com obesidade severa e que tenham problemas respiratórios, pacientes de outras doenças crônicas e aqueles que tomam medicações imunossupressoras (como pacientes que foram submetidos a transplantes).

— É praticamente impossível impedir a circulação de um vírus que está bem adaptado à transmissão entre humanos, com as facilidades de locomoção internacional que existem hoje. Realmente, vai chegar ao Brasil — afirma o coordenador de Vigilância em Saúde e Laboratórios de Referência da Fiocruz, Rivaldo Venâncio, para quem a circulação do vírus deve aumentar mais a partir de abril, com a chegada de temperaturas mais amenas — de forma semelhante ao que acontece com a gripe, do vírus influenza.

Os serviços de saúde seguirão, então, um protocolo de manejo clínico que está sendo elaborado, revisado e adaptado pelo Ministério da Saúde, com base nas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Leia também: Vacinas que as pessoas acima dos 50 devem tomar, além da vacina contra a gripe

Mas, como não há antiviral específico nem vacina, o tratamento deve ser focado em tratar os sintomas, diz Venâncio: repouso, hidratação e ventilação para os que tiverem complicações respiratórias.

— A maioria das pessoas não vai precisar ir para o hospital, como acontece com todas as viroses respiratórias e com outros coronavírus. Mas outro grupo vai desenvolver formas clínicas que merecem ser atendidas no ambiente hospitalar.

Atualmente, o coronavírus tem taxa de letalidade estimada entre 2% e 5%. Para Venâncio, esse número pode ser revisto para baixo.

— Há uma gama muito grande de pessoas, que não sabemos quantas são, que não foram submetidas a exames porque não precisaram procurar os serviços de saúde. Estamos focando apenas nos casos com diagnóstico laboratorial. Nossa expectativa é que, nos próximos dias, surja informação nova que faça rever essa taxa, que mostra alta letalidade, mas que não é o que está sendo visto.

Quer saber mais?

Leia: Surto de coronavírus | Perguntas e respostas

A MAGIA DE SER MULHER DEPOIS DOS 40.

José Saramago descreve bem o que sentimos. Quer ver?
Quantos anos tenho?

Tenho a idade em que as coisas são vistas com mais calma, mas com o interesse de seguir crescendo.

Tenho os anos em que os sonhos começam a acariciar com os dedos e as ilusões se convertem em esperança.

Tenho os anos em que o amor, às vezes, é uma chama intensa, ansiosa por consumir-se no fogo de uma paixão desejada.

E outras vezes é uma ressaca de paz, como o entardecer em uma praia.

Quantos anos tenho?

Não preciso de um número para marcar, pois meus anseios alcançados, as lágrimas que derramei pelo caminho ao ver minhas ilusões despedaçadas…

Valem muito mais que isso

O que importa se faço vinte, quarenta ou sessenta?!

O que importa é a idade que sinto.

Tenho os anos que necessito para viver livre e sem medos.

Para seguir sem temor pela trilha, pois levo comigo a experiência adquirida e a força de meus anseios.

Quantos anos tenho? Isso a quem importa?

Tenho os anos necessários para perder o medo e fazer o que quero e o que sinto.

Fonte:

https://www.50emais.com.br/38297/

PARIS – CENTRO GEORGES POMPIDOU.

Conhecido também como Beaubourg, o #centrogeorgespompidou é um choque visual na paisagem parisiense. No meio dos velhos prédios, aparece sua imensa estrutura de metal e tubulações, com escadas rolantes externas, cores vermelhas e transparências, acabou causando polêmica nos anos 70, quando foi inaugurado.

Até hoje eu fico curiosa vendo suas estruturas modernas e muito diferentes… gosto do que vejo.

Um grande complexo cultural criado pelos arquitetos Renzo Piano e Richard Rogers. Tem biblioteca, teatros, cinema, e dois de seus andares são ocupados pelo Musée National d’Art Moderne, que abriga uma das maiores coleções de arte moderna e contemporânea do mundo. Picasso, Matisse, Baltus, Francis Bancon e Andy Warhol são alguns dos nomes entre as 100 mil obras do Centro, que também incorporou um espaço mágico: o ateliê do escultor romeno Constantin Brancusi, ao lado da entrada principal, foi totalmente reconstituído e pode ser visitado gratuitamente. Este ano não pude ir visitar estas obras… mas eu recomendo vocês incluir uma visita neste centro.

Horários: aberto de quarta à segunda-feira, das 11h às 20h. Quinta-feira até 23h, apenas para as exposições temporárias no 6° andar. Fechado às terças e no dia 1° de maio. O Ateliê Brancusi abre todos os dias de 14h às 18h. Preço para acervo e exposições temporárias: 14 euros. Grátis para menores de 26 anos. Mais informações no site.

Endereço: Place Georges Pompidou 75004 Paris

#paris #viagens #viagem #envelhecer #envelhecerbem #maturis #maturidade #picasso #centrogeorgespompidou #matisse #obrasdearte #muséenationaldartmoderne

UMA LIÇÃO DE VIDA!

contato-com-a-naturezaEste texto de Flávio Givovate (in memória), nos dá uma lição de vida. Muito interessante…

“Aprender a conviver bem com as dúvidas é condição indispensável para quem não quer ter um cérebro “cristalizado” e envelhecer antes da hora.

Ser capaz de trocar velhas crenças por novos conceitos, atravessando o “mar de dúvidas” é o caminho para a renovação e reciclagem das ideias.

O bom convívio com as dúvidas cria as condições para que se tenha um “cérebro poroso”; e isso é indispensável para a honestidade intelectual.

Quem convive bem com as dúvidas gosta de aprender; não sofrerá do tédio que assola aquelas pessoas que acham que já conhecem tudo muito bem!

Quem gosta de aprender tende a levar uma vida estimulante e rica mesmo nos anos da maturidade e velhice: é um prazer que jamais se esgota!

O prazer de aprender é a contrapartida intelectual do prazer sexual, mais físico; a vaidade também se gratifica quando se descobre algo novo.

A vaidade é o componente da sexualidade que participa de tudo, inclusive dos avanços intelectuais. Vaidade e gosto pelas dúvidas se somam!

A vaidade dá ainda mais força à curiosidade daquelas pessoas que aprenderam a curtir as dúvidas; para elas, sempre haverá muito o que fazer!”

https://hi-in.facebook.com › postsResultados da WebAprender a conviver bem com as dúvidas é… – Flávio Gikovate – In …