PARIS – CATEDRAL DE NOTRE DAME.

Nove meses (15/4/2019) após o grande incêndio na Catedral de Notre-Dame em Paris, o trabalho de #restauração já começou… explicaram que demorou um pouco mais devido a um atraso nas obras estruturais.

Mácron prometeu até 5 anos para terminar a reforma da Catedral, mas eu acredito que levará bem mais tempo.

Eu queria muito ver como está indo a restauração dela por fora… eles interditaram toda a região á sua volta para o público devido aos riscos e para segurança das pessoas, mas podemos observar bem do outro lado do rio Sena. A destruição foi devassadora…

Já começando agora a despontar as áreas externas… fazendo os alicerces por todo a sua volta em madeira. Passei algumas vezes por ela… de táxi. Desculpe, as fotos não estão ruins pois fiz dentro do carro.

Muito trabalho eles tem ainda pela frente. Triste de ver isto, sempre foi um dos meus passeios preferidos quando vinha a Paris… sempre caminhamos muito pela região. Quem sabe daqui um tempo irei revê-la com toda a sua beleza.

“A catedral ainda está em estado de risco”, afirmou em 05/01 o general Jean-Louis Georgelin, encarregado pelo sua reforma. Por isso eles recuaram todo o entorno dela.

A Notre Dame é uma das mais importantes catedrais da Europa e faz parte da história de Paris desde seus primórdios. Todos sentiram muito quando viram ela sendo destruída pelo fogo. Doeu!

Depois da reforma vamos continuar a ver:

No seu exterior, são milhares de detalhes arquitetônicos para descobrir; no interior, esculturas, vitrais, sinos e relíquias para conhecer.

A catedral de Notre Dame de Paris possui uma das mais importantes relíquias da cristandade: os fragmentos da Coroa de espinhos com a qual Cristo foi coroado pelos soldados romanos.

Quando estiverem diante da Notre Dame, a vinte metros do solo, você verá 28 personagens representando os reis da Judéia. Cada estátua mede 3.50m de altura. Vale a pena subir, vai ter uma vista surpreendente de Paris.

A catedral indica o centro geográfico da cidade. Uma pequena placa no solo marca o ponto zero para o cálculo de todas as distâncias. Uma foto com o pezinho no point zero é uma das clássicas do circuito turístico internacional.

#catedraldenotredame #paris #catedraldenotredame #reformadacatedral #restauração #envelhecer #envelhecerbem #viagens #viagem

MEU ANO COMEÇA!

Todo final de ano nos provoca uma reflexão.

São questões que veem em nossa cabeça sobre o que deram ou não certo… o que faltou fazer… e o que vamos querer para o próximo ano.

Animados fazemos promessas novas ou não, na esperança de que será diferente no próximo ano, nestas questões.

E assim começamos o novo ano… Muitos sonhos, muitos projetos novos ou em andamento.

Talvez seja a hora de lidar com o tempo de uma forma diferente e não ceder à pressão do relógio, que insiste em nos deixar sempre com pressa. Tudo passa tão rápido.

A parte boa é que, independente da nossa retrospectiva, há sempre esperança e oportunidade em fazer deste novo ano… seja a porta de entrada para nossos novos sonhos… novos projetos… um período de renovação… trazendo grandes realizações.

Pra ajudar aqui vão algumas ideias:

⁃ Reflita e foque no que é realmente importante para você! “Foco”!

⁃ Tenha objetivos claros e possíveis: 3 ou 4 são ideais no ano. Registre numa agenda ou “Planner”. Eu gosto de usar um Planner bem mais completo.

⁃ Determine o tempo necessário para cada um deles com início e fim… “Periodicidade”!

⁃ Organize “etapas” necessárias para cada objeto. Faça check list em cada uma delas, marque as realizadas.

⁃ “Reveja” e refaça de tempos e tempos. Mude se precisar.

⁃ Agradeça sempre!

Que 2020 seja um ano incrível mais leve, cheio de amor e muita paz… enfim feliz!

A VIDA É…

O professor, -#BertHellinger, pra quem não sabe, faleceu no dia 19/9/19. O alemão que já foi padre, deixou o celibato e tornou-se psicoterapeuta e escritor. Tinha 93 anos, era conhecido mundialmente pela criação do método terapêutico “#ConstelaçãoFamiliar”. Ele deixou esse texto maravilhoso abaixo. Dá pra refletir bastante cada uma delas:

“A #vida decepciona-o pra você parar de viver com ilusões e ver a realidade.

A vida destrói todo o supérfluo até que reste somente o importante.

A vida não te deixa em paz, para que deixe de culpar-se e aceite tudo como “É”.

A vida vai retirar o que você tem, até você parar de reclamar e começar agradecer.

A vida envia pessoas conflitantes para te curar, pra você deixar de olhar para fora e começar a refletir o que você é por dentro.

A vida permite que você caia de novo e de novo, até que você decida aprender a lição.

A vida lhe tira do caminho e lhe apresenta encruzilhadas, até que você pare de querer controlar tudo e flua como um rio.

A vida coloca seus inimigos na estrada, até que você pare de “reagir”.

A vida te assusta e assustará quantas vezes for necessário, até que você perca o medo e recupere sua fé.

A vida lhe distancia das pessoas que você ama, até entender que não somos esse corpo, mas a alma que ele contém.

A vida ri de você muitas e muitas vezes, até você parar de levar tudo tão a sério e rir de si mesmo.

A vida quebra você em tantas partes quantas forem necessárias para a luz penetrar em ti.

A vida confronta você com rebeldes, até que você pare de tentar controlar.

A vida repete a mesma mensagem, se for preciso com gritos e tapas, até você finalmente ouvir.

A vida envia raios e tempestades, para acorda-lo.

A vida o humilha e por vezes o derrota de novo e de novo até que você decida deixar seu ego morrer.

A vida lhe nega bens e grandeza até que pare de querer bens e grandeza e comece a servir.

A vida corta suas asas e poda suas raízes, até que não precise de asas nem raízes, mas apenas desapareça nas formas e seu ser voe.

A vida lhe nega milagres, até que entenda que tudo é um milagre.

A vida encurta seu tempo, para você se apressar em aprender a viver.

A vida te ridiculariza até você se tornar nada, ninguém, para então torna-se tudo.

A vida não te dá o que você quer, mas o que você precisa para evoluir.

A vida te machuca e te atormenta até que você solte seus caprichos e birras e aprecie a respiração.

A vida te esconde tesouros até que você aprenda a sair para a vida e busca-los.

A vida te nega Deus, até você vê-lo em todos e em tudo.

A vida te acorda, te poda, te quebra, te desaponta… Mas creia, isso é para que seu melhor se manifeste… até que só o AMOR permaneça em ti.

Bert Hellinger

A LONGEVIDADE E A MUDANÇA CRUCIAL DE CONSUMO.

Eu como #sexagenária tenho visto muita coisa boa pra nossa nova geração. Tenho participado de muitos movimentos que acontecem em São Paulo, onde promovem uma convivência interessante e aprendemos muitas coisas novas e compartilhamos experiências. Estou me atualizando principalmente nas questões das inovações tecnologias. Quem quer vai ter uma agenda cheia… Vou falar um pouco sobre algumas delas, da qual tenho participado de muitos de seus eventos e adianto que são super interessantes e enriquecedores.

Assim como a infância foi inventada no século XVIII e a adolescência no pós-guerra, me parece que agora estamos pela primeira vez transformando a forma de #envelhecer. A #longevidade e as perspectivas de futuro para o que se intitula como “new old generation” foi um dos temas mais discutidos em todos os eventos de inovação e comportamento deste ano de 2019.

Os números são claros: até 2030 a população do planeta com mais de 60 anos será de aproximadamente 650 milhões de pessoas segundo dados da #Euromonitor. Pela primeira vez na história da humanidade, a pirâmide etária vai ganhar uma nova configuração, onde pessoas com mais idade passarão a ser a maioria, impactando diretamente os drivers de consumo.

Nos últimos anos começaram a surgir diversos conteúdos – seja por áudio, vídeo ou texto – sobre esses novos conceitos de #envelhecimento, para fazer com que entendamos as perspectivas e campos de inovação a fim de criarmos um mundo melhor e mais apto para #envelhecer.

Daí surgem iniciativas como a de aplicativos de relacionamento focados neste público, tecnologias adaptáveis à limitação visual e sonora ou a indústria dos cosméticos que vem decretando o fim do “#anti-aging” para a era do “beauty ageless”.

Sabemos que a expectativa de vida em 2016 aumentou subindo para 75,8 anos. Uma #novageração está sendo (re) inventada, já não são como os velhos de antigamente.

Além de buscar aumento em sua rede de convivência, se relacionarem mais, querem também continuar ativos no mercado. Eles continuam consumindo de forma cada vez mais ativa ¼ dos brasileiros com mais de #60anos já estão conectados, segundo dados do IBGE. Na Black Friday de 2018 os consumidores com mais de cinquenta e cinco anos compraram 1,4 vezes mais celulares que a faixa entre 18 e 54 anos juntas. Este ano aumentou.

Muitas coisas interessantes estão acontecendo e provocam que quer e precisa sair do sofá. Um #novovelho está aparecendo.

A #MaturiJobs é uma plataforma pioneira no Brasil, que reúne oportunidades de trabalho, desenvolvimento pessoal, capacitação profissional, empreendedorismo e networking, com o objetivo de conectar pessoas maduras e experientes em busca de atividade e ocupação entre si e com empresas. https://www.maturijobs.com/

O grupo de #Trabalho60mais, reúne diferentes competências e experiências para elaboração e execução de projetos com métodos colaborativos que fortaleçam a união, gerando prosperidade, acolhendo, desenvolvendo e apoiando o protagonismo sênior (promovem eventos em São Paulo). O grupo se reúne semanalmente no Núcleo Integrado de Saberes, na rua Capitão Cavalcanti, na Vila Mariana e outros locais da cidade.

Tem como propósito a prática da empatia e colaboração, proporcionando a inserção produtiva do sênior no mercado, por meio da auto-suficiência financeira, da qualidade física, mental e emocional. https://m.facebook.com/notes/trabalho-60/trabalho-60/2022688341388628/

O #Lab60 é um movimento para redefinir a #Longevidade. Querem ressignificar a forma como encaremos a #Longevidade hoje, despertar um olhar propositivo, colaborativo e positivo para o desafios que encontramos quando falamos da presença dos seniores na sociedade. Acreditam que a Longevidade é um ativo e temos muitas oportunidades para criar juntos:


Mudar os paradigmas de como as pessoas lidam com a longevidade em todos os momentos da vida.
Ressignificar a participação dos seniores na sociedade contemporânea. Conectar pessoas e organizações para potencializar resultados do trabalho intergeracional. https://www.lab60.me/

Surgiu as #avósdarazão, onde tiveram a ideia de fazer um programa em forma de bate papo, abordando esses temas”. O canal, que já está no YouTube há mais de um ano conta com mais de sete mil subscribers, nasceu assim, sem querer ser levado muito a sério, de forma despretensiosa, leve e bem-humorada.

Da esquerda para a direita: Helena, 91, Sônia, 81 e Gilda, 77 do canal Avós da Razão.

A Sônia diz que “o objetivo do programa é dar voz ao velho, fazer com que ele se aceite e seja aceito pelas pessoas, que ele tenha bom humor e que encare a velhice não como um peso, mas como uma libertação”. Gilda ainda acrescenta que “um dos objetivos é tirar as pessoas da zona de conforto, a gente quer que as pessoas queiram coisas, olhem pra frente com otimismo. Eu tenho amigas que com o passar dos anos seguiram os conselhos dos filhos e pararam de dirigir, aí começam a ficar dependentes dos outros e nós não achamos isso correto”. A Helena me fez uma colocação muito importante: “velho hoje é politicamente incorreto, o velho não escuta direito, você fala uma coisa e responde outra, é essa ideia que queremos acabar com o #Avós da Razão, velho não é bobo” e termina com bom humor “agora, quem é burro é burro a vida inteira”.

Sobre qual é o ponto positivo de envelhecer e a Sônia me fala que “você fica muito mais liberada para fazer o que quer, até para dizer o que quer, a sua vida fica muito mais descompromissada, se você tiver bom humor, logicamente”. Segundo a Gilda “o ponto positivo de envelhecer é envelhecer, porque a outra opção não dá né?! E a gente quer tá vivo”. Vale a pena conhecê-las. https://youtu.be/XGKrMc1yPe8

Temos outras pessoas despontando como “#influenciadoresdigitais” na #maturidade. Começaram de uma maneira informal, se expressarem de forma única e despojada e estão fazendo sucesso ja. São elas: #DomingoAçucarado – #it_avo – #patidamauad – #romacielestilo – #oterceiroato.

Sobre produtos e serviços…

O conceito de #ageism (não são a reprodução de um padrão social de beleza e estética vividos até agora) combate esse tipo de ideia. É claro que existem uma série de inovações voltadas ao público maduro com o objetivo de incluí-los cada vez mais na sociedade contemporânea tecnológica, mas existe uma linha tênue do que é inclusão e do que é opressão.

A indústria da “moda” vem buscando muitas alternativas para falar com esse público, como a inserção de roupas para quem tem artrite ou algum tipo de limitação motora, por exemplo. A “#startupPapa” conecta jovens a idosos que precisam de pessoas para ajudar em algumas tarefas domésticas, preparar refeições, acompanhá-los ao banco. Já “#Room2Care” criou uma rede de casas de cuidadores particulares.

O #envelhecimento da população e o aumento da expectativa de vida mudará toda a cadeia de consumo. Existirão “novas formas de habitação – mais coletivas e compartilhadas” -, outras maneiras de se “relacionar” – mais leve e sem tabus -, diferentes formas de existir – com condições sexuais diferentes –, onde o crivo de consumo passa a ser maior em prol do principal item de sua faixa etária: o tempo. Novos tempos… novos velhos…

Quer saber mais leia https://www.updateordie.com/2019/12/02/a-longevidade-e-a-mudanca-crucial-na-cadeia-de-consumo/

LÁPIDE!

A paz

Com certeza #JoséSaramago sempre me surpreende, também às vezes fico indignada com tantas questões… coisas que nunca melhoram… nunca mudam… vida que segue. Poderia muito bem estar escrito assim na minha lápide…. leia:

“Quando eu morrer… se pusessem uma lápide no lugar onde ficarei, poderia ser algo assim: “Aqui jaz, indignado, fulano de tal”. Indignado, claro, por duas razões: a primeira, por já não estar vivo, o que é um motivo bastante forte para indignar-se; e a segunda, mais séria, indignado por ter entrado num mundo injusto e ter saído de um mundo injusto. Mas temos de continuar, de continuar andando, temos de continuar”

E você como faria ?

13 ATITUDES PARA RECUPERAR A MOTIVAÇÃO.

motivação 4

Gosto quando Stephanie Gomes nos diz que atire a primeira pedra quem nunca desanimou, mesmo quando estava caminhando em direção aos seus sonhos. Tendo ou não um bom motivo, a desmotivação de vez em quando aparece e joga a gente lá pra baixo.

O que fazer nesses momentos? Muitas vezes, a melhor coisa a fazer é se permitir sentir e tentar tirar algum aprendizado dessa emoção, até que ela passe. Mas existem algumas atitudes que podem nos ajudar a aliviar a passagem por essas fases de desânimo, seja nos ajudando a recuperar a motivação mais rápido ou tirando do sentimento negativo alguma lição importante:

Cure-se por dentro primeiro
Se o motivo que está te colocando para baixo é uma ferida interna, nada do que você fizer no campo externo vai resolver. Olhe primeiro para dentro de você e descubra qual é a questão interna que precisa trabalhar, antes de buscar o que deseja no externo. A cura acontece sempre de dentro para fora.

Dê um tempo para si
Às vezes, tudo o que a gente precisa é de um descanso. Especialmente naqueles momentos em que bate a vontade de desistir, calma! Não jogue tudo para o alto. Dê-se um tempo para descansar, se distrair e esfriar a cabeça. Muitas vezes, isso é tudo o que você precisa para recuperar a sua motivação.

Assista a filmes inspiradores
Sabe aqueles filmes que a gente termina de assistir sentindo uma enorme vontade de viver? Escolha um assim e assista! Eu gosto muito destes: A Vida Secreta de Walter Mitty, Forrest Gump, Antes de Partir e À procura da Felicidade.

Pense GRANDE
Antes de começar a colocar em prática uma ação pelos seus sonhos, pare por alguns segundos e pense grande. Ou melhor, pense de forma ESPECIAL para você. O que você gostaria que acontecesse de mais especial na sua vida? Seus pensamentos determinam suas ações e suas ações determinam suas realizações. Para um resultado grandioso, pense e aja com grandiosidade.

Reveja sua lista de objetivos
Talvez eles já não condigam mais com você e seja preciso abandonar alguns e mudar ou adaptar outros. Reajustar e limpar a sua lista de objetivos pode ser o que você precisa para dar um novo direcionamento para a sua vida e recuperar a sua motivação.

Road to Little Petra

Aja!
Uma primeira atitude é tudo o que você precisa para incentivar as próximas. Se o problema é a preguiça ou a procrastinação, tudo o que você precisa para sair desse estado é começar a se movimentar. Seu cérebro está acostumado à inércia porque você o acostumou assim. Faça com que ele se acostume com o novo padrão: o da ação.

Reforce a energia do seu corpo
O sedentarismo, a má alimentação, a desidratação e o sono favorecem o desânimo, sabia? Cuide da sua saúde! Faça exercícios, alimente-se de forma saudável, beba muita água e durma bem. Isso é muito importante para que você se sinta bem e, consequentemente, tenha motivação.

Obtenha retorno
Procure obter feedback sobre aquilo que você faz, não só profissionalmente, mas de qualquer coisa que tenha importância para você. Pergunte às pessoas o que elas acham, peça dicas de como melhorar. Talvez um simples comentário de alguém sirva para te tirar da estagnação apontando uma melhor (e mais animadora) direção.

Pratique uma ação relacionada ao seu sonho por dia
Dê um passo por dia em direção ao seu sonho – seja um passo grande, médio, pequeno ou até muito pequeno. Você vai se sentir mais motivado ao sentir que a cada dia está melhor do que ontem.

Crie desafios de curto prazo
Crie desafios de curto prazo em meio aos desafios de longo prazo. Tente aprender algo ou melhorar algum aspecto em um período mais curto do que o dos seus objetivos maiores. Isso te deixará animado para ver o crescimento em curto prazo e a motivação se estenderá para as atividades do plano de longo prazo.

Escolha três palavras-guia
Escolha três palavras que você gostaria de usar para definir quem você é, que representem valores importantes para você. Sempre que estiver desmotivado, lembre-se delas e procure alinhar suas atitudes e pensamentos com seus significados. Palavras têm força e nos fazem lembrar do que nos inspira.

Faça algo por você aqui, agora
Será que nessa busca pelos seus sonhos você, sem perceber, se abandonou? Talvez esse foco em realizar algo no futuro fez com que você esquecesse que a vida acontece aqui, no momento presente. Encontre o equilíbrio entre presente e futuro. Aprenda a viver o momento presente da melhor forma enquanto busca aquilo que deseja para o futuro.

Permita-se ser surpreendido
Pare de querer controlar cada passo, cada ação e cada reação. Tudo bem você agir estrategicamente, mas dê espaço para que a vida te surpreenda e te mostre caminhos diferentes também! Nossa mente é limitada e incapaz de ver todas as possibilidades que existem. Solte um pouco o controle e mantenha-se aberto para surpresas.

Uma ótima reflexão pra você.

motivação 3

Fonte: http://desassossegada.com.br/2017/05/23/13-atitudes-para-recuperar-a-motivacao/

EU VIVO MESMO É DE CLARIDADE.

CAIO

Ando tropeçando em absurdos. Em desassossegos também. Tem gente que tirou o mês pra me chatear, me colocar pra baixo, me jogar em cima um amontoado de energias ruins. Tem gente que tem esse dom. De não ser feliz e querer enferrujar o sorriso alheio.

Aí eu lembro daquela música do Forfun: “Faço de mim casa de sentimentos bons, onde a má fé não faz morada e a maldade não se cria.” Me cerco de boas intenções, me reservo pros poucos e melhores amigos. Me encho de luz lendo Adélia e Manoel. Me permito o riso.

Porque, na verdade, o que eu levo aqui dentro é maior que tudo. É maior porque é do bem e vem fresquinho. Eu vivo mesmo é de claridades e não vai ser qualquer gentinha à toa que vai enfraquecer minha fé na vida e minha vontade de sorrir pro mundo.

Pra você que não aprendeu a ser feliz e que não tem olhos pra esticar horizontes, eu canto o meu refrão: ‘Sendo aquele que sempre traz amor, sendo aquele que sempre traz sorrisos. E permanecendo tranquilo aonde for. Paciente, confiante, intuitivo.’

Yeah, Baby, Yeah!

Fonte: Caio Fernando de Abreu