SAUDADES… DE QUANDO EU COMIA COM OS OLHOS ANTES…

Nestes tempos difíceis tenho comido agora mais por impulso do que por prazer. Muito vezes mais do que o necessário, confesso. Sem muita criatividade e pouco esmero, todavia está descendo redondo.

Tento inovar, tenho praticado cozinhar em casa, vejo receitas, assisto vídeos, selecione bons ingredientes e começo, vixe! Mas como não sei fazer e nem tenho prática nenhuma, geralmente não ficam tão boas. São comiveis, apenas isto. Não é a mesma coisa que antes. Não mesmo!

Sinto saudade dos tempos que gostava de escolher desde aonde ia comer e o que ia escolher para comer. Italiana, árabe, espanhola, japonesa, brasileira… pizza, hambúrguer… dependia do meu desejo, do humor daquele dia e do horário.

Já entrava no clima do lugar no momento que adentrava no seu ambiente. Tudo parecia perfeito… feito pra me agradar, e conseguia na maioria das vezes, me fazia sentia especial. Era tão bom!

Olhava bastante o cardápio antes de escolher, imaginava os pratos seus sabores e cheiros. O prazer acontecia no antes, durante e depois. Tirava dúvidas, pedia sugestões para aquele dia para o garçom. Tudo combinava, cada detalhe.

As entradinhas, a salada o prato principal eram bem escolhidos e então pensava com qual vinho ia combinar? Um sommelier vinha nos socorrer, e dava cada sugestão maravilhosa. Chegava o vinho e a água, pronto a noite seguia. Era um momento muito curtido, vagarosamente e depois… chegava a entrada. Ah! Tudo perfeito.

Apreciava tudo daquele prato principal convidativo logo que ia chegando, cada detalhe… eu comia com os olhos antes e em seguida devagar saboreava prazerosamente cada garfada. Sentia todos os sabores e texturas, cada uma delas era percebida. Sempre fui boa nisto.

No final depois de toda a minha experiência alimentar, devagar e com um bom papo, geralmente alegre e divertido vinha a sobremesa. Dava um tempinho, outra difícil escolha que será sempre compartilhada com meu marido aos bocadinhos. Aos poucos chegávamos num consenso e nos deliciávamos na sua chegada.

Pra terminar vinha um cafezinho sempre acompanhado de um mimo. A noite terminava leve, e desejosa de outras tantas noite assim. Semana após semanas. Mês após meses… E assim caminhamos. Agora mudou. Os delivery’s não são iguais, mas servem pra ajudar, mudar um pouco o gosto e tento então tornar a ambiente mais bonito e diferente pra imaginar que saímos da mesmice, da rotina que serve por enquanto. Tem velas, música… tem flores. É o que melhor posso fazer por hora.

Adoro comer fora, um dos meus passeios preferidos.

Sinto saudades deste tempo e faço planos por onde vou começar a ir, em quais restaurantes irei… quando puder sair novamente nestes passeios, pos pandemia. Quando? Ainda não sabemos. Espero que muito em breve, tudo passe. Sei que isto também vai passar. E voltemos com os prazeres da mesa… da carne… da massa… dos olhares, cheiros e enfim os sabores… do prazer de antes… ir comendo com os olhos.

4 comentários sobre “SAUDADES… DE QUANDO EU COMIA COM OS OLHOS ANTES…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s