PORQUE ABANDONAR O BRASIL E MORAR EM PORTUGAL?

Portugal arco-triunfal-lisboa-

“É a possibilidade que me faz continuar e não a certeza. Uma espécie de aposta da minha parte. E embora me possam chamar sonhadora… louca ou qualquer outra coisa, acredito que tudo é possível…” Fênix Faustine.

Quando pensamos em morar em outro País… no caso aqui em Portugal, muitas dúvidas aparecem… Questões importantes para refletirmos reviram nosso pensamento, afinal é uma decisão importante que envolve muitas mudanças… que tem que ser muito bem analisadas. Certo que muita coisa só mesmo a experiência vai nos dizer, mas existem outras que podemos pesquisar e nos ajudaram a ter uma ideia melhor sobre como será. Isto nos ajuda a fazer uma opção mais consciente. Vale a pena conferir este depoimento tão claro e objetivo de Ione…  que viveu e vive esta experiência já a algum tempo. Leiam

Estamos cansados de ouvir falar dos problemas sociais, ambientais e econômicos que existem no Brasil, falta segurança, falta educação e saúde pública, falta tolerância, infelizmente falta tanta coisa e sobra desigualdade, exclusão e injustiça.

Infelizmente as oportunidades não são oferecidas a todos os cidadãos brasileiros e a miséria, material e intelectual, é uma lástima. A violência urbana assusta muito, a impunidade revolta, a corrupção e a ineficiência, tanto do governo como da iniciativa privada são estímulos para a indignidade.

Amo a vida que levo hoje em Portugal. Aprendi tantas coisas, e continuo aprendendo a respeitar mais as diferenças, ser flexível e descobri a diversidade de raças, culturas, estilos de vida e pensamentos muito diferentes do meu, e dos brasileiros, muitas vezes machistas, comodistas e hipócritas.

Os portugueses são afáveis e acolhedores, na minha opinião e na de muitas pessoas que moram aqui,  são carinhosos, recebem bem os visitantes, venham de onde vierem.

O choque cultural me forçou a perceber que minha visão de mundo está longe de ser a mais correta e que preciso expandir ainda mais. Aprendi que cada pessoa é um mundo e que cada um de nós cuida do seu próprio terreno, sem precisar ser superficial e forçado, morando fora você aprende a se tornar uma pessoa melhor, a ser adaptável e resistente.

Aprendi ainda que há mais vida para além do trabalho e das responsabilidades. Viver com emoção, re-energizar a vida e sempre se surpreender com alguma coisa é fundamental. Reavaliei tudo que é realmente importante, um diferencial tanto para minha vida pessoal quanto profissional.

Portugal apartamento

Aprendi que uma cidade não é formada por um bairro ou dois, é uma só, sem divisões, a diferença de “classes” que existe no Brasil, é muito menor aqui na Europa. Todos podem ter acesso à saúde, educação, aposentadoria, somos todos iguais. Isso é fantástico! Mesmo com pouco dinheiro as pessoas podem ter uma vida cultural agitada, podem se divertir e ainda viajar por muito pouco.

Aprendi ainda que as diferenças nem sempre geram integração, que imigrante tem que ser ainda mais esforçado, que tem que lutar muito para conseguir se estabelecer e que, por questões que fogem as suas capacidades, nem sempre consegue conquistar o que quer. E que apesar de tanta tolerância e igualdade por um lado, pode ser bastante preconceituoso e injusto por outro.

Então, depois de conviver com tantos outros valores e realidades, muitas vezes penso que não tenho vontade de voltar a morar no Brasil. Aprendi a atravessar uma rua pela faixa de pedestre sem medo de ser atropelada, a andar com meu computador na bolsa sem medo, de ouvir uma música no Iphone enquanto faço minha corrida na praia sem medo de ser roubada. Aos domingos ir para o parque público ver famílias inteiras fazendo piqueniques ou crianças soltas jogando bola, entrar num ônibus sem medo e ver o motorista ajudando um deficiente a entrar, essas coisas parecem tão simples, mas que no Brasil não existe.

Portugal Brasil

Gosto de ir para em Maceió (Brasil), rever meus amigos, passar tempo com minha família, comer todas as comidas que mais adoro e sinto falta. Mas confesso que não sinto nenhuma vontade de voltar a morar lá. Sei que as praias são maravilhosas, as pessoas são fantásticas, a comida é boa, mas não existe preço que pague a minha liberdade, de poder andar sozinha à noite na rua, de ter transporte público de qualidade, de não ter medo de ser assaltada ou que a minha vida está em constante perigo.

E quando pensei em voltar para o Brasil há uns anos atrás, e se readaptar à antiga cultura, sabia que seria pior que a dificuldade que tive em me adaptar aqui. Não, não é só geografia, nem tampouco é apenas culinária, cultura ou economia. É que o país de onde eu vim, também não existe mais, tudo muda… a minha cabeça mudou, os meus amigos mudaram. As “coisas” não ficaram lá esperando por mim, o choque dessa diferença seria muito grande.

Portugal -gastronomico-da-culinaria-portuguesa

NEM TUDO É PERFEITO

O impacto psicológico da distância da família, o fato de ser estrangeira, a dureza dos invernos aqui (minha cidade no Brasil é verão o ano todo e foi muito duro no início), a falta dos amigos, passar datas importantes longe de quem a gente gosta…

Reconstruir a vida não é fácil. Fiz alguns amigos por aqui e não tenho do que reclamar. Sempre fui bem tratada, tive oportunidades para além das minhas expectativas, terminei a faculdade na Universidade do Porto, o curso de arquitetura é considerado um dos melhores da Europa. Fiz muitos cursos que sempre quis fazer e não ia ter a mesma oportunidade no Brasil, conheci muitas pessoas nesses cursos que fizeram muita diferença na minha vida. Mas os amigos que deixamos faz uma falta enorme!

Em Portugal teoricamente falamos a mesma língua, a verdade é que são muitas palavras diferentes e outras iguais com significados totalmente diferentes que às vezes me pergunto se falamos de verdade a mesma língua, aprendi as palavras que eles usam e não foi fácil.

Portugal Porto

SEMPRE SEREI ESTRANGEIRA

choque cultural dói e não é pouco. Depois aprendi a conviver com isso, mas no início foi bem complicado ter minha visão de mundo desafiada, forçar meu jeito de pensar e ser “a brasileira”.

Mesmo morando anos em Portugal, nunca vou ser portuguesa de verdade, não consigo falar com o sotaque português, não penso da mesma forma, tem coisas que aprendi no Brasil que não são iguais, tem sempre diferenças que por mais tempo que fique aqui, a verdade é que não nasci aqui, não fui criada aqui, não cantei as músicas infantis que eles cantaram escola, não vi os mesmos desenhos animados, não tive os mesmo brinquedos na infância, não fui educada da mesma maneira e por mais que eu adquira a cultura do lugar, as diferenças sempre vão existir.

Eu sempre serei “a brasileira”, a “que fala diferente”, a “estrangeira”. E tem horas que isso cansa. Por outro lado, se cansa, tem coisas que compensam, e nem tudo é dificuldade.

Há muito o que se ganhar depois que se paga o preço de aprender com a dor e as dificuldades, sobreviver depois de tudo é espetacular.

Fonte: http://ioneomena.com/porque-abandonar-o-brasil-e-morar-em-portugal/

Anúncios

17 comentários sobre “PORQUE ABANDONAR O BRASIL E MORAR EM PORTUGAL?

  1. Que post legal, adorei conhecer Portugal, conheci a cidade de Lisboa a anos, e fiquei apaixonada, claro que era uma viagem programada, apenas para turista. Isso com certeza é diferente de mudar de vez do Brasil, mas eu adorei o local e acredito que seria um bom local, para quem deseja ter uma experiencia fora… Adorei o sotaque, e sim, também achei um povo muito adorável. Adoraria saber, como se faz para conseguir morar em outro país, todo o tramite necessário… o que precisa ser feito… seria um bom tema a se discutir… se você já tiver algum post falando sobre o assunto deixa o link aqui embaixo para que eu possa ler… Um super beijo e muito sucesso ❤

    Curtir

  2. Que post legal, adorei conhecer Portugal, conheci a cidade de Lisboa a 2 anos, e fiquei apaixonada, claro que era uma viagem programada, apenas para turista. Isso com certeza é diferente de mudar de vez do Brasil, mas eu adorei o local e acredito que seria um bom local, para quem deseja ter uma experiencia fora… Adorei o sotaque, e sim, também achei um povo muito adorável. Adoraria saber, como se faz para conseguir morar em outro país, todo o tramite necessário… o que precisa ser feito… seria um bom tema a se discutir… se você já tiver algum post falando sobre o assunto deixa o link aqui embaixo para que eu possa ler… Um super beijo e muito sucesso ❤

    Curtir

  3. Muito bom Bia.
    Estou adquirindo a cidadania portuguesa por ser filho de português, aos 60 anos ,veja só. Aposentei e estou interessado em morar em Portugal, porém penso muito na família. Vamos ver.
    Obrigado e sucesso.

    Curtir

    • Donizete, oi. Que bom! Cada vez mais vamos avançando… já deu o primeiro passo. Eu estou com dois filhos casados e morando na Europa um em Paris e outro em Londres. Faltam 4 anos para meu marido se aposentar e vamos sim morar em Portugal, penso seriamente no Algarve. Com tanta informatização nos comunicamos bem e matamos as saudades. Família grande se organiza entre ir e vir anualmente entre os Países. Somos muito ligados… Tudo isso traz experiências únicas… Maravilhosa. Temos muito que conhecer e viver nesta nossa maturidade e com uma expectativa de mais anos de vida. Bjs

      Curtir

  4. Olá! Eu vivo no porto, adorei o post… minha parte preferida e que concordo a 100% “Os portugueses são afáveis e acolhedores, na minha opinião e na de muitas pessoas que moram aqui,  são carinhosos, recebem bem os visitantes, venham de onde vierem.”
    Beijinho 😄

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s